Untitled Document
DOMINGO, 22 DE OUTUBRO DE 2017
03 de NOVEMBRO de 2016 | Fonte: Correio do Estado

Três Lagoas retoma áreas de 10 indústrias até final do ano

Fiscalização da Prefeitura identificou várias irregularidades
Prefeitura está fazendo “pente fino” e revendo incentivos dados a indústrias que não cumpriram requisitos da implantação - Foto: Divulgação

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas deve retomar dez áreas de empresas instaladas no Distrito Industrial do município até dezembro. Fiscalização realizada pelo setor identificou diversas irregularidades, entre elas o não cumprimento dos prazos estabelecidos pela Lei Municipal que concede incentivos fiscais.

 

De acordo com André Milton Denys Pereira, secretário de Desenvolvimento Econômico, a maioria dessas empresas não atingiu a geração de emprego proposta e a estrutura das fábricas não são compatíveis com o prometido antes das doações das áreas. “Cabe a nós acompanhar todo o procedimento de instalação e execução dessas fábricas, e quando notamos irregularidades a área deve ser retomada”, destacou.

 

No início do mês, cinco áreas, que somam 60 mil metros quadrados, foram retomadas pelos mesmos motivos. Conforme Pereira, apesar dessas ações não são contabilizados prejuízos para o município, visto que existem novas áreas disponíveis. “A única coisa que nos atinge é a frustração pelo fato de termos gerado expectativas de novos empreendimentos e, principalmente, de vagas de empregos para o município”, explicou. 

 

A Câmara de Vereadores, inclusive, aprovou projeto de lei de cessação de área para posterior doação para as cinco empresas: Alpino Fibras, Casa & Cozinha Marmoraria, JP Comércio de Embalagens, RFR Comércio e Serviços de Usinagem e Fábrica e Comércio de Gelo Três Lagoas. A votação aconteceu durante sessão realizada no último dia 18.

 

Conforme Pereira, a área só pode ser doada em definitivo para as empresas após o cumprimento das exigências, entre elas, concluir a instalação em 18 meses e iniciar a fase de obras em 90 dias. “O empreendedor tem acesso a todas as exigências, através da carta de formalização, então, cabe a ele cumprir para que não acabe perdendo a área doada”, disse. 

 

NOVAS EMPRESAS

 

Atualmente, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico conta com oito pedidos de doações de áreas; todas essas empresas interessadas em investir no município são de outros estados. De acordo com André Pereira, esses empreendimentos são do segmento de limpeza e higiene e de fabricação de equipamentos industriais. 

 

Pereira destaca que essas empresas devem ser instaladas no município no ano que vem, já que por conta do período eleitoral deste ano, os incentivos não puderam ser destinados aos futuros empreendedores do município. “Eu acredito que a partir de janeiro já teremos novidades para Três Lagoas”, completou. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Cafés diferenciados ganham mais espaço na produção nacional
Caminhão tomba e motorista morre soterrado por carga de madeira
Santos vence Atlético-GO na Vila e sobe para 3º no Brasileiro
Untitled Document