Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2017
15 de JANEIRO de 2016 | Fonte: Fundtur

Fluxo de turistas estrangeiros no Pantanal aumentou quase 40%

Os gastos dos turistas geraram fluxo estimado de R$ 318,4 milhões para o município, 0,6% a mais que no ano anterior
Corumbá também tem dados históricos para serem conhecidos (Foto: Fundtur)

Corumbá registrou aumento de 34,4% no número de empregos diretos no turismo, atingindo 1,3 mil postos de trabalho criados pelo setor no ano passado. Os gastos dos turistas geraram fluxo estimado de R$ 318,4 milhões para o município, 0,6% a mais que no ano anterior.


Os dados são do Observatório do Turismo do Pantanal de Corumbá e demonstram como a vocação turística garante um balanço positivo que coloca o município em posição privilegiada diante do quadro recessivo da economia nacional. Elaborado pela Fundação de Turismo do Pantanal, o documento traz o fechamento dos últimos 12 meses e demonstra com indicadores a diferença que as 173 empresas no setor têm feito pela ‘capital do Pantanal’.


O montante faturado fez com que o turismo represente 11,4% do PIB de Corumbá, um crescimento de 3% em relação a 2014. “O turismo caminha numa crescente. Corumbá está lotada”, comemora a diretora presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Helenemarie Dias Fernandes.


Segundo o observatório, 218,1 mil turistas visitaram o município ano passado, crescimento de 6,6% desde 2013. Uma evolução que tem nos visitantes estrangeiros um de seus principais vetores de crescimento. O número de estrangeiros circulando por Corumbá aumentou 39,5% ano passado em relação ao período anterior, chegando a 41 mil turistas.


“A alta do dólar favoreceu a vinda de bolivianos, não só para turismo, mas também para comércio. Os bares, restaurantes e hotéis estão lotados”, comemora Helenemarie. Considerando o cenário geral, a perspectiva é de aumento de 1% do fluxo turístico ao longo de 2016 e a maior aposta fica mesmo por conta do aumento na participação de turistas internacionais.


“O câmbio e o cenário econômico nacional voltam atenção para o público estrangeiro. Mas o brasileiro tem demonstrado que sabe driblar a crise e, pelo mesmo motivo do câmbio, também tem se voltado para os destinos nacionais”, observa o diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS (Fundtur), Nelson Cintra.


O calendário vai dar uma forcinha para que o fluxo se mantenha, uma vez que o Carnaval será no início de fevereiro. Segundo dados da Infraero, 413 pessoas desembarcaram no aeroporto de Corumbá no Carnaval passado, bem mais do que os 231 passageiros que chegaram no mesmo período de 2014. Mas o turismo vive de movimento. “Vamos emendar com o período de pesca, que também abre em fevereiro”, adianta a diretora.


Helenemarie também confia nos resultados do Adventure Week, evento de prospecção com patrocínio da Embratur que será realizado em abril, e na venda da região como destino nas olimpíadas e paraolimpíadas. A linha aérea direta para São Paulo, ativada desde agosto, está entre os fatores que favorecem a vinda de estrangeiros. Mas a maior entrada é mesmo a terrestre. Segundo a diretora, 16 ônibus extras chegaram à cidade neste final de ano.


Os holandeses foram a maior fatia dos turistas internacionais no Pantanal sul-mato-grossense no ano passado, chegando a 32% do total. Em seguida estão os franceses, 11% dos visitantes de Corumbá, e alemães, com 9%. Os norte-americanos formam 7% do público visitante do município no ano passado.


A pesquisa da Fundação de Turismo de Corumbá indicou ainda outro dado interessante: 39,% dos entrevistados acessaram Bonito antes de ir a Corumbá e 52,2% acessaram depois. “Nós podemos criar roteiros alternativos que integrem as duas regiões e ampliar as condições de receber bem os turistas”, destaca o Governador Reinaldo Azambuja.



Untitled Document
Últimas Notícias
Santos empata e Corinthians segue com boa folga
Bombeiros e PMA atuam para controlar incêndio no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema
Zé Teixeira recebe pedido da comissão dos remanescentes aprovados no concurso da AGEPEN
Untitled Document