Untitled Document
DOMINGO, 16 DE JUNHO DE 2024
16 de ABRIL de 2024 | Fonte: Globo Esporte

Árbitro indicado: Gabigol espera julgamento de efeito suspensivo

ABCD indica o representante para o processo no CAS no último dia do prazo; defesa acredita em resolução até fim do mês
Gabigol comemora seu primeiro gol em 2024 pelo Flamengo — Foto: Marcelo Cortes / CRF

O processo de Gabigol para obter o efeito suspensivo no Corte Arbitral do Esporte (CAS) ganhou mais um capítulo. A acusação enviou a documentação e agora o atacante do Flamengo aguarda a movimentação do Tribunal da Suíça para saber se terá ou não condição de jogo.

 

No dia 02 de abril, a defesa de Gabriel enviou a documentação necessária para abrir o pedido de efeito suspensivo. Com os documentos foi indicado um dos três árbitros que participará do julgamento.

 

O mesmo processo é feito pela acusação, que enviou a documentação e indicou o seu árbitro representante somente na última segunda-feira, no último dia do prazo estabelecido pelo CAS.

 

O julgamento no CAS funciona da seguinte forma: três árbitros participam do julgamento da peça, um indicado pela defesa de Gabigol, outro indicado pela ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem) e outro pelo CAS, que é considerado o presidente da mesa.

 

O representante da defesa é inglês e o da acusação é alemão. A expectativa é que o CAS indique o seu representante até o fim da semana. A partir dessa indicação, o julgamento do efeito suspensivo pode acontecer a qualquer momento. Não haverá data marcada. As partes serão notificadas do resultado do processo através de um comunicado oficial do tribunal.

 

Todo o processo no CAS gera um custo judicial, que deve ser dividido entre as partes. Na última semana, a defesa de Gabigol foi notificada que a ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem) não havia pago a sua parte das custas judiciais. Para não atrasar o processo, o atacante pagou o que restava.

 

A defesa acredita que, apesar de estar dentro do prazo, houve uma demora significativa para a ABCD dar continuidade no processo. A defesa mantém a expectativa positiva para dar condições de jogo a Gabigol e espera que o resultado saia até o fim do mês de abril.

 

Na argumentação utilizada na tentativa de efeito suspensivo, a defesa pediu atenção ao "periculum in mora" (o perigo da demora) juntamente com "fumus boni juris" (fumaça do bom direito). O pedido é que o processo seja analisado com celeridade, já que uma eventual perda de tempo pode fazer com que Gabigol cumpra grande parte ou até mesmo todo o período da suspensão que lhe fora imposta.

 

No dia 25 de fevereiro, o Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) decidiu suspender Gabigol até 7 de abril de 2025, por tentativa de fraude de exame antidoping feito em 8 de abril de 2023.



Untitled Document
Últimas Notícias
Cresol Pioneira realiza posse do Conselho de Administração
Cresol recebe comitiva de São Paulo para visita
Realizado pela Prefeitura de Naviraí, 21ª FEJUNAVI terá show de Rio Negro & Solimões
Untitled Document