Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 19 DE MAIO DE 2022
30 de JUNHO de 2021 | Fonte: Giovanna Dauzacker/CBN

Impactada pelas geadas, produção de milho pode ter queda ainda maior em MS

As lavouras de milho, que já vinham sofrendo impactos com a estiagem, foram ainda mais prejudicadas pelas geadas.
Foto: Divulgação

A previsão de geada para municípios do centro-sul do Estado se concretizou na madrugada desta terça-feira (29/06). Segundo o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Danilton Flumignan, entre os municípios mais afetados estão Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante, Dourados, Ponta Porã;, Amambai, Caarapó; e Naviraí. Com isso, as lavouras de milho, que já vinham sofrendo impactos com a estiagem, foram ainda mais prejudicadas.

 

A geada foi forte em alguns municípios, ou moderada, já que as temperaturas foram de -3°C para baixo, chegando a ter cidades com temperaturas muito próximas de 0°C, explica.

 

Mas, de acordo com o especialista, os estragos na segunda safra de milho devem ser contabilizados nos próximos dias.

 

Por enquanto não é possível quantificar os impactos, mas o que se sabe ao certo é de que deverão ser observados nas próximas semanas e deverão ser significativos, principalmente para a safrinha, mas também para outras culturas relevantes como cana-de-açúcar e pastagens da região, afirma o pesquisador.

 

As produções de milho, mesmo não tendo terminado o desenvolvimento em muitas lavouras, entram agora na reta final e se aproximam da colheita. Com as influencias climáticas, que tiveram início com o atraso no plantio, em razão do retardo também no cultivo da soja, a estimativa caiu de 11,081 milhões de toneladas para 10,359 milhões de toneladas de volume do cereal.



Untitled Document
Últimas Notícias
Cooperativa Recicla Naviraí recolhe mais de 660 toneladas de materiais que iriam para o aterro sanitário
Presidente sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente
Naviraí adere ao programa Cidade Empreendedora oferecido pelo Sebrae/MS
Untitled Document