Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2021
27 de JUNHO de 2021 | Fonte: Assecom/ MPMS

Ex-vereadores são condenados a ressarcir os cofres públicos de Naviraí

Réus da Operação Atenas, foram condenados a ressarcir os cofres públicos do município; Pagamento por danos morais coletivos soma R$ 165 mil, enquanto que o somatório das multas civis é de R$ 75 mil, aproximadamente.
Pagamentos da multa civil e danos morais coletivos serão revertidos em favor da Câmara Municipal de Naviraí (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

Após a propositura de Ação Civil Pública (ACP) por atos de Improbidade Administrativa em face de Cícero dos Santos, Mainara Géssica Malinski, Adriano José Silvério, Elias Alves, Gean Carlos Volpato e José Odair Gallo, investigados pela Operação “Atenas”, o Juiz Eduardo Lacerda Trevisan, titular da 2ª Vara Cível da Comarca de Naviraí, condenou os acusados ao ressarcimento integral do dano ao erário, à suspensão de direitos políticos e à proibição de contratar com o poder público, além de danos morais coletivos e multa.

 

O pagamento por danos morais coletivos soma R$ 165 mil, enquanto que o somatório das multas civis é de R$ 75 mil, aproximadamente. O valor do ressarcimento ao erário totaliza a quantia de R$ 75 mil.  Tanto o pagamento da multa civil, quanto dos danos morais coletivos serão revertidos em favor da Câmara Municipal de Naviraí.

 

As investigações e diligências realizadas quando da deflagração da Operação “Atenas” apontaram que Cícero dos Santos, na condição de Presidente da Câmara de Vereadores de Naviraí à época dos fatos, utilizando-se das prerrogativas da função que exercia, agia de forma orquestrada com seus assessores e demais Vereadores daquela Casa de Leis, lesando o erário mediante o pagamento de diárias fraudulentas em proveito próprio, bem como em favor dessas pessoas, encabeçando uma verdadeira organização criminosa cuja finalidade precípua era obter para si e viabilizar para terceiros vantagem patrimonial indevida.

 

Operação “Atenas”

A Ação Civil Pública é resultado do desdobramento, na esfera cível, das investigações realizadas pelo Departamento da Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, na operação denominada “Atenas”, que apontou a existência de uma organização criminosa no âmbito da Câmara Municipal de Naviraí, liderada pelo Presidente da Casa de Leis à época dos fatos, o Vereador Cícero dos Santos.

 

Dos 18 réus investigados na Operação, 13 são ex-Vereadores do Município de Naviraí. Houve ajuizamento de uma ACP para cada um deles. Na sentença proferid, 5 dos 13 vereadores, mais a esposa do então Presidente da Câmara, foram condenados por atos de improbidade administrativa.



Untitled Document
Últimas Notícias
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
Prefeitura de Naviraí fará Audiência Pública para prestação de contas
Previsões se confirmam e produção de milho fecha em 6 milhões de toneladas
Untitled Document