Untitled Document
DOMINGO, 09 DE AGOSTO DE 2020
18 de JULHO de 2020 | Fonte: Reuters

Preços do petróleo recuam com salto no número de casos de coronavírus

A demanda por combustíveis registrou uma recuperação em geral após ter despencado 30% em abril, na esteira dos "lockdowns" impostos em todo o mundo.

Os preços do petróleo recuaram nesta sexta-feira, com preocupações de que o forte aumento no número de casos de coronavírus possa voltar a afetar a demanda por combustíveis em um momento em que grandes nações produtoras ampliam o bombeamento da commodity.

 

Os Estados Unidos reportaram pelo menos 75 mil novos casos de Covid-19 na quinta-feira, um recorde diário. Espanha e Austrália tiveram o maior salto diário no número de contaminados em mais de dois meses, e a contagem de infecções segue em alta no Brasil e Índia.

 

A demanda por combustíveis registrou uma recuperação em geral após ter despencado 30% em abril, na esteira dos "lockdowns" impostos em todo o mundo. No entanto, o consumo permanece abaixo dos níveis pré-pandemia, e as compras de combustíveis têm voltado a recuar em meio ao novo salto no número de casos da doença.

 

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,23 dólar, a 43,14 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuou 0,16 dólar, para 40,59 dólares o barril. Ambos os contratos tiveram poucas alterações em relação ao fim da semana passada.

 

Os valores de referência haviam recuado 1% na quinta-feira, depois que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, que formam o grupo conhecido como Opep+, concordaram em flexibilizar cortes recordes de produção em 2 milhões de barris a partir de agosto.

 

Os mercados ainda aguardam negociações sobre novos estímulos nos EUA e na Europa, com a tendência de que parlamentares iniciem discussões sobre o tema nos próximos dias.



Untitled Document
Últimas Notícias
Willian troca o Chelsea pelo rival Arsenal, diz imprensa inglesa
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
Ação conjunta resulta na apreensão de 2 t de maconha na fronteira
Untitled Document