Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 03 DE AGOSTO DE 2020
13 de NOVEMBRO de 2019 | Fonte: Lance Net!

Sampaoli pode seguir no Santos; veja o que pesa contra e a favor do 'fico'

Com contrato até dezembro do ano que vem, o LANCE! reúne os fatores que os fazem ficar indeciso: Paulo Autuori, torcida, a cidade de Santos, a falta de reforços e dinheiro
Santos luta para manter Sampaoli para 2020 (Foto: Ivan Storti/Santos)

Com contrato até dezembro do ano que vem, o LANCE! reúne os fatores que os fazem ficar indeciso: Paulo Autuori, torcida, a cidade de Santos, a falta de reforços e dinheiro

 

Que o Santos mudou a vida de Jorge Sampaoli todos sabem, afinal, o argentino se reergueu após o episódio ruim na Seleção Argentina, ganhou o carinho dos brasileiros e tem conseguido atingir números muito bons. Porém, ainda não há garantias para a próxima temporada. Ou há? 

 

Na verdade, ele pode continuar no comando do Santos para 2020. Existem prós e contras na cabeça do treinador, mas pessoas próximas do técnico, segundo o LANCE! apurou, veem a situação com otimismo. Por isso, a reportagem separou alguns fatores fortes que o deixam indeciso com o tema. Vale lembrar que seu contrato vai até final de dezembro de 2020.

 

Torcida e cidade de Santos

Esse é um ponto que conquistou completamente Jorge Sampaoli. A cidade de Santos, a praia, a quantidade de lazer e esporte que ele tem à disposição, o povo santista. Tudo isso já foi algo que o treinador citou em algumas entrevistas, que ganhou seu coração e o fez viver de forma muito bonita desde o início do ano. Além da cidade em si, o torcedor santista o encantou. O carinho, o empurrão, a Vila Belmiro e todos os gritos de apoio que ele ouve das arquibancadas. 

 

Pessoas próximas do treinador dizem que ele fala sobre "ceder a pressão" da torcida, que o cobra intensamente para continuar seu trabalho em 2020. Além dos resultados - o Santos é o terceiro da tabela, com 64 pontos -, Sampaoli resgatou a competitividade do time e de cada jogador do elenco, como foi com Eduardo Sasha e Jean Mota, por exemplo.

 

Paulo Autuori 

Unanimidade no clube e na torcida, o superintendente Paulo Autuori é primordial para Sampaoli ficar. Desde que chegou, o dirigente tem procurado uma relação próxima com o argentino e conseguiu a confiança dele. A dupla frequentemente se reúne para conversar sobre a situação do clube, futebol, reforços e futuro. Há quem diz que "se dependesse de Sampaoli, ele falaria apenas com o Paulo", de tanto que o adora e respeita. 

 

O dirigente se mostrou honesto desde sua chegada ao Santos com seu discurso de "não vender ilusões". E assim tem sido nos bastidores. E apesar da "bagunça interna" em questão de finanças e planejamento, Paulo tem conseguido segurar Sampaoli. E ele é um dos, se não o principal fator, para o argentino permanecer. 

 

Superação após tropeço

Depois de ter fracassado na Seleção Argentina por uma campanha ruim, e sido demitido, Sampaoli se reencontrou no futebol brasileiro. Experiente e estudioso, o argentino aceitou a proposta do Santos no intuito de tentar se reerguer no futebol, e deu muito certo. Além de uma ótima campanha no Paulistão, o Peixe alcançou a liderança momentânea no Brasileirão e agora está em terceiro, com 64 pontos, a apenas três do Palmeiras.

 

Além de ser grato pela oportunidade, Sampaoli se superou nesse processo de Seleção Argentina até o Santos. Ganhou um apoio que não esperava e também atingiu números que não esperava. Foram 14 reforços contratados pela diretoria, e, apesar das farpas públicas com o presidente José Carlos Peres, vê o time retornando a um bom momento, afinal, são quatro vitórias consecutivas.

 

A falta de reforços

Assim como Paulo Autuori é o maior motivo para Sampaoli ficar, a falta de reforços para 2020 é o maior para ele sair. O argentino não consegue imaginar fazer um trabalho à altura sem conseguir os nomes que pretende para 2020. E tanto Paulo quanto o presidente José Carlos Peres já explicaram a limitação do clube para contratar.

 

Autuori tenta contornar essa situação junto de Peres e ressalta que haverá esforço pelos pedidos de Sampaoli, mas que precisará de limite, já que os cofres do Santos estão em situação alarmante.

 

José Carlos Peres

Conhecido por "dizer uma coisa agora e daqui cinco minutos outra", a relação de Sampaoli com o presidente José Carlos Peres é algo que oscila. O cartola não é a pessoa preferida do argentino, com quem já trocou farpas internamente e publicamente, acima de tudo pela confusão com reforços e o camisa 9. Um dos grandes problemas são as promessas que o cartola faz e não cumpre, porém, para a felicidade de Peres, Paulo Autuori é muito efetivo na intermediação de futebol e diretoria.

 

O presidente, inclusive, em entrevista à Radio Bandeirante, na última terça-feira, disse que vê a saída de Sampaoli como "muito difícil" e destacou os pontos positivos que podem fazê-lo ficar.

 

- Difícil racionar por hipótese. Estamos otimistas sobre ele ficar, não por multa nem nada, mas pela felicidade com o bom trabalho. Houve adaptação ao futebol brasileiro e tem tudo para fazer grandes campanhas ano que vem, já com mais experiência de Brasil. Acho muito difícil ele sair. Temos que estar preparados, óbvio, o futebol é dinâmico, mas temos otimismo sobre cumprir contrato até o fim. Todo santista espera… Está na hora de ganhar títulos por tudo que investimos e seguiremos investindo no Sampaoli”, completou o presidente - disse.

 

Depois de todos os pontos acima, basta esperar para saber como Sampaoli decidirá seu futuro, o que deve acontecer após o final do Campeonato Brasileiro. Mas depois de ter amizade com "as crianças das árvores", andar de moto elétrica pela cidade de Santos e dominar o futevôlei, Sampaoli tem bons motivos para atender ao pedido da torcida e ficar.



Untitled Document
Últimas Notícias
Jorge Jesus é apresentado no Benfica e se emociona ao falar do Flamengo
Sesi auxilia trabalhadores durante a pandemia
MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
Untitled Document