Untitled Document
SÁBADO, 19 DE OUTUBRO DE 2019
08 de OUTUBRO de 2019 | Fonte: Assessoria

Terceira edição do Festival Cultural do Chamamé de MS começa nesta quarta-feira

Evento terá atividades realizadas em cinco locais, reunindo o que há de melhor na gastronomia de MS, Paraguai e Argentina, música e cultura.

Será oficialmente aberta nesta quarta-feira (09/10), às 16h55, a terceira edição do Festival Cultural do Chamamé de Mato Grosso do Sul: Integração entre Brasil, Paraguai e Argentina. O evento, que será dividido entre cinco locais em Campo Grande, chegará com uma programação musical e gastronômica, além de contar com debate sobre a cultura guarani. A maior parte dos eventos é gratuita, sendo que três bailes terão ingressos vendidos a partir de R$ 20.

 

Neste ano, o renomado maestro argentino Pajarito Silvestre será o grande homenageado do evento, recebendo também o título de Visitante Ilustre concedido pela Câmara Municipal de Campo Grande.

 

A abertura do festival acontece com a transmissão ao vivo do programa A Hora do Chamamé, da Educativa 104.7 FM, apresentado por Orivaldo Mengual –presidente do Instituto Cultural do Chamamé do Estado e idealizador do evento– diretamente da Praça do Rádio Clube, a partir das 16h55 desta quarta-feira. O espaço no Centro da Capital será um dos palcos principais do festival onde, às 17h30, sobem ao palco o Grupo Zíngaro (17h30), Laço de Ouro (18h15) e Musical Barnabé (19h).

 

Às 19h30, o arcebispo metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, comanda a abertura oficial, com a procissão da imagem de Nossa Senhora. As bandas do Comando Militar do Oeste e da Prefeitura de Campo Grande participam do ato cívico, sendo que o maestro Santhyago Rios, de Buenos Aires (Argentina), comandará a execução do Hino de Mato Grosso do Sul.

 

Ele, Jazmin del Paraguay (de Assunción) e Las Guitarras de Curuzú (Cutiá, Argentina) encerram as apresentações desta quarta.

 

Já durante o primeiro dia do evento, a feira gastronômica e de artesanato na Praça do Rádio estará aberta, reunindo no local pratos regionais sob coordenação de chefs e nutricionistas. O cardápio inclui iguarias como a sopa paraguaia, sarravulho, saltenha, empanadas e comida de comitiva (arroz carreteiro, feijão gordo e macarrão tropeiro com mandioca) e outros pratos da  culinária sul-mato-grossense. O artesão Adrian Morinigo (Assunción) expõe produtos como o Ao Po’i (vestidos, blusas, camisas, chombas e manteles), Encaje jú (blusas e manteles), carpetas, pollera e blusa de ñanduti e guampas para tereré. O artesanato local também estará representado.

 

Mais informações podem ser obtidas com Orivaldo Mengual, pelo telefone (67) 9-9275-5144.



Untitled Document
Últimas Notícias
Conmebol confirma final da Libertadores no Maracanã em 2020
Pagamento de bolsas do CNPq está garantido este ano, diz governo
Igreja Adventista do 7º Dia de Naviraí promove palestra no Outubro Rosa
Untitled Document