Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE JULHO DE 2019
09 de JULHO de 2019 | Fonte: FIEMS/DICOM

Para diretor da Fiems, Reforma Tributária é fundamental para melhorar situação dos frigoríficos do Estado

Declaração de diretor da Fiems foi dada durante pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa, em Campo Grande.
Foto: Divulgação

Ao participar da audiência pública “Desafios dos Frigoríficos em Mato Grosso do Sul”, realizada nesta terça-feira (09/07), no plenário da Assembleia Legislativa, em Campo Grande (MS), o diretor da Fiems, Regis Luis Comarella, que também integra o Sicadems (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul), destacou a importância do evento e a necessidade de aprovação da Reforma Tributária para melhorar a situação dos frigoríficos do Estado.

 

“A indústria frigorífica em Mato Grosso do Sul está deficitária por um problema chamado economia, que está estagnada. Com isso, não conseguimos remunerar como gostaríamos o pecuarista para garantirmos uma carne de qualidade e isso vem afetando a maioria das indústrias. Para melhorar esse cenário, é fundamental uma reforma tributária. Além disso, espero que nessa audiência pública a gente consiga encontrar outras soluções para o problema que enfrentamos hoje”, afirmou Régis Comarella.

 

Segundo o deputado estadual João Henrique Catan, que propôs a audiência pública, a pecuária é uma atividade antiga de grande impacto para a economia brasileira. “Conforme dados do IBGE, em 2017 éramos o segundo maior produtor de carne do País. Hoje estamos perdendo essa posição para Estados como Goiás e Minas Gerais e recentemente tivemos o fechamento de um frigorífico em Paranaíba, resultando na perda de vários postos de trabalho. Por isso acredito ser importante termos um momento como esse, reunindo toda a cadeia produtiva para entender os gargalos do segmento e propormos, juntos, melhorias”, salientou.

 

Presente ao encontro, o secretário-adjunto da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Ricardo Senna, a audiência pública abre a possibilidade de discutir de forma ampla a participação do setor produtivo na formulação de políticas públicas em Mato Grosso do Sul. “Foi dessa forma que avançamos e muito na criação de programas importantes, como o Precoce MS e o Programa de Carne Orgânica e Carne Sustentável do Pantanal e outros”, considerou.



Untitled Document
Últimas Notícias
Festival de Inverno de Bonito impulsiona setor de turismo em baixa temporada
Homem morre em acidente entre moto e caminhão
Shandong acerta detalhes com o Verdão e anuncia Moisés
Untitled Document