Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 19 DE AGOSTO DE 2019
05 de JUNHO de 2019 | Fonte: Campo Grande News

Dnit precisa de mais R$ 72 milhões para manutenção de rodovias em MS

Dados foram apresentados durante reunião do diretor do órgão com a bancada federal do Estado no Congresso
Parlamentares durante reunião com diretor do Denit (Foto: Divulgação)

Dados do Denit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) apontam que Mato Grosso do Sul tem déficit orçamentário de R$ 72,8 milhões para fazer a manutenção e conservação das rodovias do Estado. O valor previsto para investimento na área, conforme aponta o Projeto de Lei Orçamentária de 2020, é de R$ 316,5 milhões.

Nesta terça-feira (4), o diretor-geral do Dnit, General Santos Filho, se reuniu com a bancada federal de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional. No encontro, o titular da pasta apresentou dados apontando que 52% das estradas do Estado estão em boas condições de manutenção, 40% estão em situação regular e ruim e 8% são consideradas péssimas.

Consta no relatório apresentado que o atual orçamento contempla o término do anel rodoviário de Campo Grande. Já o anel rodoviário de Três Lagoas; as travessias urbanas de Rio Pardo, na BR-262 e de Dourados, nas BRs 163 e 463, precisam de suplementação orçamentária para que as obras comecem no segundo semestre de 2020.

Como sugestão, o Dnit apresentou aos parlamentares proposta para realocação de aproximadamente R$ 19,1 milhões para reforçar a manutenção da malha rodoviária, especialmente das BRs 262 e 267. O montante viria de recursos para construção na BR 419, no entroncamento Rio Verde - Aquidauana.

Na análise de técnicos do DNIT não haveria prejuízo na BR-419, uma vez que há restos a pagar no valor de R$ 81 milhões para conclusão de projetos e andamento da obra. O documento será analisado pelos deputados e senadores em reunião agendada para a próxima semana.

Em relação aos recursos para o setor aquaviário, há previsão de R$ 36,5 milhões no Projeto de Lei Orçamentária de 2020, sendo necessário R$ 6,5 milhões a mais, ou seja, R$ 43 milhões. O recurso será usado para dragagem, sinalização, levantamento hidrográfico e estrutura de apoio para navegação.

Participaram da reunião a senadora Simone Tebet (MDB), o senador Nelsinho Trad (PSD), os deputados Dr. Luiz Ovando (PSL), Vander Loubet (PT) e Bia Cavassa (PSDB). Também acompanharam a reunião os assessores dos demais parlamentares que não puderam comparecer.



Untitled Document
Últimas Notícias
MS apresenta, em julho, melhor resultado na abertura de empresas desde 2013
Praça Sakae Kamitani será inaugurada sábado, dia 17 de agosto
Naviraí registra segunda morte por Influenza A em 2019
Untitled Document