Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 20 DE MAIO DE 2019
27 de FEVEREIRO de 2019 | Fonte: Correio do Estado

Burocracia com crédito afeta setor imobiliário

Comercialização de imóveis na planta ainda enfrenta entraves
Busca por imóveis de médio e alto padrão na planta é maior, em Campo Grande - Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estad

O perfil do cliente que retornou ao mercado imobiliário sul-mato-grossense neste início de 2019 é de médio a alto padrão. Porém, a comercialização de imóveis na planta ainda enfrenta entraves para deslanchar, como é o caso da liberação de crédito. A avaliação é da vice-presidente administrativa da Federação Nacional dos Corretores de Imóveis (Fenaci), Marta Recalde Lino. “Acredito que esteja havendo uma maior dificuldade, não tem procura, principalmente pelos imóveis de médio e baixo padrão na planta. O grande fator é que o comprador está tendo dificuldade de comprovar renda, e isso acaba limitando a compra. Eles [clientes] até querem, mas a análise cadastral está dificultando”, pontuou.

 

Para imóveis na planta, explica o presidente da Câmara de Valores Imobiliários de Mato Grosso do Sul (CVI-MS), Dirson Tadeu Auerswald, o cenário observado é diferente daquele relacionado à comercialização de imóveis de terceiros. Neste segundo caso, prosseguiu, “hoje é o cliente quem quer definir preço”. 

 

“Nós, corretores, temos conhecimento da realidade do mercado, mas muitos proprietários não estão aceitando a opinião do corretor e isso dificulta a realização do negócio. Mesmo assim, têm saído negócios. A maioria das operações com venda é imóvel de lançamento do Minha Casa Minha Vida e alguns outros nesta linha. Agora, para imóveis de terceiro, as negociações estão mais travadas”, apontou.



Untitled Document
Últimas Notícias
IFMS disponibiliza nova ferramenta de comunicação
Troca de tiros termina com criminoso morto e policial ferido
Copasul inaugura novas instalações em Maracaju
Untitled Document