Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2019
21 de JANEIRO de 2019 | Fonte: Correio do Estado

Cheia do Pantanal pode ser menos rigorosa neste ano

anoAs chuvas previstas para a região devem atingir índices bem menores que os de 201821
No início do ano passado, a previsão para o Pantanal era de uma cheia recorde - Foto: Arquivo

Quem vive ou é produtor de gado no Pantanal sabe bem que ainda é cedo para fazer qualquer prognóstico com relação ao período de cheia. No entanto, com as chuvas bem mais escassas em 2019, se comparado ao mesmo período de 2018, a expectativa de produtores é de que a inundação seja menos rigorosa neste ano.

 

“Aquele que disser que sabe como vai ser a cheia está mentindo. Porque ainda é cedo e, a cada ano, o fenômeno é diferente. Mas o que a gente sabe é que em Mato Grosso está quase tudo seco, tem gente perdendo lavoura lá, e no ano passado não foi assim, pelo contrário. Então, acredito que se não chover tanto nos próximos meses, neste ano a situação será diferente de 2018”, comenta o produtor rural Carlos Guaritá, dono de uma fazenda na Nhecolândia. 

 

De acordo com a Embrapa, as águas das chuvas de verão registradas entre os meses de outubro e março regulam a dinâmica hidrológica no bioma. Por isso, quando essas são volumosas, como ocorreu no ano passado, espera-se um alagamento relativamente maior e mais duradouro. No bioma, algumas propriedades são afetadas apenas pelas enchentes que sofrem a influência das chuvas; outras sofrem também os efeitos das cheias influenciadas pelo nível dos rios. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Navibikers divulga edital para eleição e composição de chapas concorrentes
Semana e ano letivo começam com chuva em Naviraí
Cachorro atropelado é velado por outro debaixo de chuva em Naviraí
Untitled Document