Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2019
21 de JANEIRO de 2019 | Fonte: Correio do Estado

MS amplia em 21% geração de energia de biomassa de cana

Usinas sucroalcooleiras de MS produziram 2.908 GWh de janeiro a agosto de 2018
Produção abastece usinas e ainda é vendida ao sistema (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul ampliou em 21% a produção de bioeletricidade em 2018 a partir do bagaço da cana-de-açúcar. Seguindo relatório da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), foram produzidos 2.908 gigawatt-hora (GWh) de janeiro a agosto, últimos dados disponibilizados pelo sistema. O montante seria suficiente para abastecer uma cidade com 950 mil casas e consumo de 250 kilowatts/mês por 7 meses. 

 

Em 2017, foram exportados 2.400 GWh excedentes em 12 das 19 usinas em atividade no Estado. Com a geração de 2018, MS respondeu por 16,8% da produção nacional de energia de bioeletricidade a partir da cana e se manteve em segundo lugar no ranking brasileiro, atrás apenas de São Paulo.

 

O presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda, explica que o etanol feito da cana é mais sustentável que o produzido a partir do milho, como é feito nos Estados Unidos, por exemplo.



Untitled Document
Últimas Notícias
Conselho Estadual de Agrotóxicos elabora plano para difusão do Manejo Integrado de Pragas em MS
Adolescente morre após ser agredido com enxada
Com faca, homem ameaça e rouba bolsa de mulher
Untitled Document