Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2018
07 de DEZEMBRO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Indústrias terão de criar 11 mil vagas no Estado em troca de incentivos

Governo fechou 810 acordos com as empresas, que terão quatro anos para cumprir metas
Empresas e indústrias que aderem ao Fadefe pagam alíquota adicional que varia de 8% a 15% (Foto: Arquivo)

O governo do Estado renovou incentivos fiscais de 323 empresas, que assumiram o compromisso de investir R$ 16,8 bilhões e gerar 11 mil empregos em Mato Grosso do Sul pelos próximos quatro anos. Os dados são do Fórum Deliberativo do MS-Indústria, que finalizou ontem a análise das adesões feitas ao Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado (Fadefe). Em troca, os empreendimentos recebem segurança jurídica e incentivos fiscais até o ano de 2032. Foram firmados 810 termos de acordos até o momento.

 

“Foi um trabalho árduo da equipe técnica do Fórum, para que a gente pudesse analisar e aprovar cada solicitação de adesão. Todo o sistema foi feito on-line, desde a adesão das empresas até o voto dos conselheiros do Fórum. Agora, teremos a formalização e a assinatura dos aditivos dos termos de acordo. Até 31 de dezembro, deveremos enviar esses termos de acordo repactuados para a validação do Confaz”, informou Jaime Verruck, titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

 

O secretário frisa que a revisão dos incentivos fiscais dá segurança jurídica para os empresários que já atuam no Estado. As empresas que aderiram ao Fadefe pagam uma alíquota adicional, que varia entre 8% e 15%, de acordo com o grau de cumprimento do que prometeu quando recebeu o incentivo estadual.



Untitled Document
Últimas Notícias
Professora de Naviraí será homenageada nesta quarta em Brasília
TSE rejeita ação do PT para cassar Bolsonaro e Mourão
Copasul 40 anos - Grande evento reuniu cooperados e fundadores em Naviraí
Untitled Document