Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 19 DE DEZEMBRO DE 2018
28 de SETEMBRO de 2018 | Fonte: G1

Desemprego cai para 12,1% em agosto, diz IBGE

População ocupada cresce, mas desalento segue recorde. Número de pessoas que trabalham menos horas do que gostariam cresce 8,9% em 1 ano e é o maior desde 2012.

A taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,1% no trimestre encerrado em agosto, mas ainda atinge 12,7 milhões de brasileiros, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Foi a quinta queda mensal seguida e trata-se da menor taxa de desemprego registrada no ano.

 

O contingente de desempregados é 4% menor que o registrado no trimestre encerrado em maio (529 mil pessoas a menos). Já na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, quando havia 13,1 milhões de desempregados no país, a população desocupada caiu 3,1% (menos 406 mil pessoas).

 

O resultado ficou ligeiramente melhor do que a média das expectativas de 26 consultorias e instituições financeiras ouvidas pelo Valor Data, que apontava uma taxa de 12,2%.

 

A população ocupada cresceu 1,3% (mais 1,2 milhão de pessoas) em relação ao trimestre móvel anterior, atingindo 92,1 milhões de brasileiros. Em relação ao mesmo trimestre de 2017, houve alta de 1,1% (mais 1 milhão de pessoas).

 

Os dados do IBGE mostram que a queda da taxa de desemprego tem sido puxada não por empregos com carteira assinada, e sim por vagas informais, pelo trabalho por conta própria ou doméstico.



Untitled Document
Últimas Notícias
Estado combate crime organizado na fronteira com sistema de controle rodoviário em tempo real
Estudante paraguaia é presa acusada de ajudar na fuga de membros do PCC
Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de Marielle
Untitled Document