Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
06 de SETEMBRO de 2018 | Fonte: Tech Tudo

Novo iPhone deve 'abandonar' botão útil

Especialista prevê que funcionalidade tenha aumento de 500% em celulares com Android ao longo de 2019. Suposto iPhone XS deve ser anunciado em 12 de setembro.
Touch ID pode virar coisa do passado (Foto: Thiago Lopes/TechTudo)

O Touch ID pode ter ficado para trás. De acordo com o analista especializado em fazer previsões sobre a Apple Ming-Chi Kuo, a empresa deve apostar somente no Face ID para os próximos lançamentos. A ferramenta, presente no iPhone X, reconhece o rosto do usuário por meio de infravermelho. Com isso, a empresa da maçã ficaria pelo menos até 2019 sem cogitar fabricar smartphones com leitor de impressões diretamente no display.

 

As análises são fruto de uma pesquisa compartilhada com o site 9to5Mac. O argumento central do estudo é que o reconhecimento facial como solução de segurança biométrica está sendo produtivo na linha do iPhone. Os smartphones Android, por outro lado, verão um aumento de 500% no emprego do leitor de impressões digitais na tela ao longo de 2019, segundo o especialista.

 

Para Ming-Chi Kuo, a Apple não está intimidada pela adoção do FOD – sigla em inglês para Fingerprint On Display, "Impressões Digitais na Tela", em tradução livre – pelos concorrentes. Ao contrário, a fabricante está usando o Android como teste para observação do emprego da tecnologia. Atualmente, o recurso está presente no Vivo Nex, da fabricante chinesa Vivo.

 

O pesquisador explica que o principal fator limitante para uso em grande escala é a necessidade de uma tela OLED de ponta, por enquanto presente apenas nos smartphones mais avançados. Na medida em que esses displays estão ficando mais baratos, e sendo empregados em aparelhos intermediários, a tecnologia deve se popularizar ao longo do tempo.

 

As projeções de Ming-Chi Kuo abrangem até setembro do ano que vem. Em uma entrevista concedida ao site especializado TechCrunch durante o lançamento do iPhone X, em 2017, o vice-presidente sênior de engenharia de hardware da Apple, Dan Riccio, afastou os rumores de que a linha venha a ter a funcionalidade.

 

O último estágio da adoção do FOD seria um sensor de tela inteira, o que é especulado por Ming-Chi Kuo para o final de 2019. O recurso traria mais conforto ao usuário, que poderia desbloquear o celular tocando em qualquer área do painel, e não apenas em uma parte específica.

 

Novo iPhone: lançamento será em 12 de setembro

Os novos iPhones serão apresentados no próximo dia 12 de setembro. São esperados três celulares: os iPhones 9, 9 Plus e o iPhone XS, algumas vezes chamado de iPhone X Plus, todos com o design que marcou o iPhone X. A grande novidade seria a versão "barata" do iPhone X, que resgataria a proposta do iPhone SE, de 2016, que vinha com especificações mais modestas do que seu análogo topo de linha. A redução do custo viria com a substituição do painel OLED por um LCD, além da retirada do 3D Touch.

 

O iPhone 9 básico viria com memória RAM de 3 GB, enquanto a versão Plus seria equipada com 4 GB. É esperado ainda que a segunda opção apresente display OLED de 6,5 polegadas, a maior já vista em um celular da Apple, e traga suporte à caneta eletrônica Apple Pencil, usada nos iPads. Como as especificações tratam-se de especulações, essas informações só poderão ser confirmadas no evento oficial.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document