Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018
07 de AGOSTO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Lojas de material de construção ampliam vendas

Após obstáculos, setor comemora alta de 4% no ano
Pequena recuperação foi sentida nas lojas da Capital, mesmo com as dificuldades (Foto: Gerson Oliveira / Correio do Estado)

Após um início de ano complicado, o varejo do material de construção em Campo Grande e também em várias cidades de Mato Grosso do Sul registrou crescimento de 3% nas vendas no mês de julho, na comparação com o mês de junho. Já no acumulado do ano, o setor apresenta alta de 4% sobre o mesmo período de 2017. Nos últimos 12 meses, o avanço é de 7%.

 

Os números constam de levantamento da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) e dão sinal de uma retomada na comercialização neste segmento, que esbarrou em obstáculos que dificultaram um crescimento econômico. A greve dos caminhoneiros, em maio, a alta do dólar e os jogos da Copa do Mundo, nos últimos dois meses, foram alguns acontecimentos que desaceleraram as vendas. 

 

Os dados refletem a realidade em Campo Grande e em Mato Grosso do Sul, de acordo com informações da Associação do Comércio Varejista de Materiais de Construção de Mato Grosso do Sul (Acomac-MS) e do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção de MS (Sindiconstru). “É uma recuperação sentida aqui. Pode parecer algo pouco, mas, diante da situação em que o País se encontra hoje, esses 3% são de grande importância”, explica Mario Sérgio Marinho, diretor-executivo das duas entidades, citando preços promocionais e crédito atrativo como justificativas.



Untitled Document
Últimas Notícias
Fronteira: mais um é morto a tiros na rua
Bolsonaro passa parte do dia no interior de SP
Indústrias terão de criar 11 mil vagas no Estado em troca de incentivos
Untitled Document