Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018
29 de JULHO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Seca completa 79 dias em MS

Campo Grande já está há 47 dias na estiagem.

Mesmo com aumento da nebulosidade em algumas regiões, trazendo momentaneamente a expectativa de alívio para a seca, ainda não foi no último fim de semana de julho que a chuva “deu as caras” em Mato Grosso do Sul e em Campo Grande. Considerando os dias sem precipitação significativa, o período de estiagem prolongada já completou 79 dias em Mato Grosso do Sul e 47 dias na Capital neste domingo (29/07), considerando levantamento da estação meteorológica da Uniderp, realizado neste mês.

 

Conforme dados apurados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os índices de umidade relativa do ar também permanecem baixos neste domingo, inclusive inferiores a 30% em alguns municípios do Estado. Somente em Campo Grande, hoje à tarde o indicador chegou a 36% — no sábado, o mínimo registrado foi a 26%. No interior do Estado, a umidade relativa do ar foi, neste domingo, a 36% em Sidrolândia e Maracaju; a 34% em Dourados; a 30% em Sonora e a 25% em Água Clara, localidade onde não chove há 78 dias. O índice mínimo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 60%.

 

Previsão

De acordo com previsão divulgada ontem pelo Climatempo, a passagem de uma frente fria pelo oceano neste domingo deveria ocasionar uma incursão de ar frio sobre parte da Região Centro-Oeste, deixando as temperaturas mais amenas (com queda de até 10 graus até a próxima terça-feira) e mais nebulosidade desde o sul do Mato Grosso do Sul até as áreas mais centrais do Estado, incluindo a capital. A previsão é de que até a próxima quinta-feira (02/08) chova em alguns pontos do Estado, porém com baixo acumulado.

 

Na mesma linha, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também prevê possibilidade de chuvas para a próxima semana, com 80% de chance em municípios do sul e extremo sul do Estado. É o caso de Sete Quedas, onde o céu pode ficar encoberto amanhã, podendo, inclusive, ocorrer chuvas isoladas na localidade. Em Amambaí, Ponta Porã e Dourados, o Inpe prevê pancadas de chuva, mas entre a tarde da próxima quinta-feira e sexta-feira. Já a Capital e municípios da região pantaneira, norte e leste permanecem sem indicativo de chuva para a próxima semana na previsão do instituto.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document