Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 25 DE ABRIL DE 2019
24 de JULHO de 2018 | Fonte: Campo Grande News

Vício do celular ao volante “denuncia” 82 motoristas por dia em MS

No total, 12.409 motoristas foram surpreendidos falando ou manuseando o aparelho junto ao volante
Infração é a segunda que mais gera autuações no Estado (Foto: Divulgação)

Em Mato Grosso do Sul, 82 motoristas foram flagrados por dia de janeiro a maio deste ano usando o celular enquanto dirige. No total, 12.409 motoristas foram surpreendidos falando ou manuseando o aparelho junto ao volante. O levantamento foi divulgado pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego com base em dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

 

Além disso, a infração é a segunda que mais gera autuações no Estado. Ela só perde para o excesso de velocidade com 159.611 autuações no período. Também integram a lista, a falta do uso de segurança com 2.269 e dirigir embriagado com 1.337.

 

A chefe da divisão de educação para o trânsito da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Ivanise Rotta, explica que o número elevado de infrações se deve a sensação de impunidade e também pelo condutor acreditar que usar o celular no trânsito não é perigoso.

 

“Muitas vezes o motorista nunca foi autuado, o que contribui para a sensação de impunidade. Ou mesmo, por pensar que mesmo mexendo no celular ele está prestando atenção no trânsito, o que não é verdade. Foi comprovado cientificamente que quando se executa duas tarefas simultaneamente uma será prejudicada”.

 

Ivanise ainda pontua, que na maioria dos casos, o motorista que fala ou manuseia o celular acaba errando a rota, desacelerando o veículo – o que prejudica o trânsito – ou mesmo contribuindo para causar acidentes.

 

“É importante lembrar que mesmo no semáforo manusear o celular também é uma infração”, destaca.

 

Desde 2016, o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) passou de média a gravíssima as infrações por uso de celulares. Com isso, o condutor recebe 7 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e paga multa de R$ 293,47.

 

Pesquisa do Cesvi Brasil indica que, em média, o condutor fica quase três segundos sem olhar para a via quando usa o aparelho. Segundo a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego, o uso de aparelhos é a terceira maior causa de acidentes no trânsito, atrás somente de embriaguez ao volante e excesso de velocidade. Ao todo, são cerca de 150 mortes por dia e quase 54 mil por ano no país.

Arte: Ricardo Oliveira
Arte: Ricardo Oliveira


Untitled Document
Últimas Notícias
Conselho Estadual de Agrotóxicos elabora plano para difusão do Manejo Integrado de Pragas em MS
Adolescente morre após ser agredido com enxada
Com faca, homem ameaça e rouba bolsa de mulher
Untitled Document