Untitled Document
DOMINGO, 23 DE SETEMBRO DE 2018
30 de MAIO de 2018 | Fonte: Campo Grande News

Pesquisa mostra que 87% dos brasileiros apoiam greve dos caminhoneiros

Para 96%, o presidente Michel Temer (MDB) demorou para abrir negociações

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (dia 30), aponta que 87% dos brasileiros apoiam a manifestação dos caminhoneiros, que completa dez dias de greve. Já 10% são contrários, 2% são indiferentes e 1% não soube opinar.

Greve começou no dia 21 de maio e ganhou apoio popular. (Foto: Marina Pacheco)
Greve começou no dia 21 de maio e ganhou apoio popular (Foto: Marina Pacheco)

O levantamento foi feito por telefone com 1.500 pessoas e publicado hoje no jornal Folha de São Paulo. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Ainda segundo a pesquisa, 56% aprovam o prosseguimento da greve, enquanto 42% é favorável ao fim do movimento.

 

Para 96%, o presidente Michel Temer (MDB) demorou para negociar. Outros 3% acreditam que o presidente agiu no momento certo. Dos entrevistados, 53% tiveram problemas para abastecer os veículos. A maior parte (42%) avalia que os caminhoneiros autônomos são os responsáveis pelo movimento.

 

Para 31%, a responsabilidade é das empresas transportadoras.Uma minoria (7%) crê em autoria compartilhada do movimento. Outros 5% acreditam que Temer e políticos são responsáveis pela paralisação.

 

A greve nacional pela mudança na política de combustíveis começou em 21 de maio. Desde então, o governo federal divulgou duas tentativas de acordo, mas a greve dos caminhoneiros prossegue. Na proposta da União, a redução no preço do óleo diesel será de R$ 0,46 por litro.

 

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) decretou situação de emergência, reduziu a pauta fiscal do combustível a partir de junho e vai reduzir alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 17% para 12% se a greve acabar.



Untitled Document
Últimas Notícias
Capital e Dourados sediam festival paralímpico
Bolsonaro critica 'oportunismo político' em post
Cinco PRFs de MS são presos por ligação com cigarreiros
Untitled Document