Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
26 de ABRIL de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Mais belos índios serão escolhidos sábado

Jovens entre 15 e 23 anos que se inscreveram no concurso
Rafaela Dorneles é uma das candidatas ao título de Miss Indígena de Dourados - Foto: Associação de Jovens Indígenas

A Associação de Jovens Indígenas de Dourados (AJI) realiza na noite deste sábado, no espaço de eventos da Escola Municipal Tengatui Marangatu, os mais belos representantes das etnias Guarani, Caiuá e Terena que vivem no município.

 

Os jovens entre 15 e 23 anos que se inscreveram no Concurso Miss e Mister Indígena de Dourados versão 2018 participaram de uma seletiva no dia 21 de abril, quando foram escolhidos os representantes de cada etnia e de cada escola das aldeias Jaguapiru, Bororo e Panambizinho.

 

O concurso, que acontece anualmente, conta com o apoio de toda a comunidade indígena, da Fundação Nacional do Índio (Funai), do Grupo Juntos Somos Fortes e do Grupo de Apoio aos Jovens Indígenas do Mato Grosso do Sul (GAPK).

 

Este ano, segundo os organizadores, o local do evento, que sempre foi no ginásio de esporte da Vila Olímpica, teve que ser mudado para a Escola Tengatui por causa da interdição do antigo local por questões de segurança.

 

Uma das candidatas ao título de mais bela indígena de Dourados é a estudante Rafaela Martins Dorneles. Pertencente a etnia Guarani, Rafaela tem 18 anos e pretende cursar Direito para atuar como promotora de Justiça.

 

“Temos que manter a nossa cultura viva para vencer os preconceitos e construirmos uma sociedade mais justa”, disse a candidata.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document