Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2018
26 de MARÇO de 2018 | Fonte: Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul

Divulgado relatório final do Programa de Classificação dos Municípios de MS 2017

Programa visa fomentar o turismo dos municípios do Mato Grosso do Sul através do levantamento da infraestrutura e do apoio oferecido em cada um deles.
Foto: @visitmsoficial

Foi divulgada na sexta-feira (23/03) a 3ª fase do Programa de Classificação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, que foi implantado em 2013 e reformulado em 2017. O Programa tem o intuito de fomentar o turismo dos municípios do Estado através do levantamento da infraestrutura e do apoio oferecido em cada um deles, além de incentivar o desenvolvimento da atividade e atrair novos investimentos para o setor.

 

Segundo o diretor de Desenvolvimento do Turismo e Mercado da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), Geancarlo Merighi, o resultado foi positivo. “Tivemos uma adesão muito boa dos municípios e percebemos evolução em muitos deles comparado ao último levantamento do Programa de Classificação, em 2014. Isso mostra o crescimento dos municípios do que diz respeito ao desenvolvimento do turismo, principalmente, na gestão e participação nos processo das Instâncias de Governança. Os municípios precisam agora se apropriar desses resultados positivos para entender melhor a atividade turística local, colocar as ações em prática e usufruir dos benefícios”, pondera.

 

Entre os critérios levados em consideração pela equipe da Fundtur-MS estão: o nível de desenvolvimento das Instâncias de Governança; atuação da Gestão Pública Municipal através do planejamento, alocação de recursos, interlocução com a iniciativa privada, infraestrutura básica de apoio ao turismo no que concerne a sustentabilidade ambiental, produção cultural, proteção à infância e a juventude; infraestrutura turística disponível; disponibilidade de serviço de atendimento ao turista, com informações e orientação; utilização de instrumentos de monitoramento da movimentação turística no município; ficha do Produto Turístico, com detalhamento das potencialidades e atrativos naturais e culturais. Esse último critério será cobrado na 4ª fase do Programa, que está prevista para o primeiro semestre de 2019.

 

A partir desse levantamento em 2017, os municípios foram classificados em quatro categorias:

 

• Semear – 24 municípios que atingiram até 80 Pontos. Nessa categoria, as ações serão focadas na melhoria da infraestrutura básica, turística e sensibilização da comunidade local para a atividade.

 

• Nascer – 13 municípios [incluindo Naviraí] que atingiram de 81 até 109 pontos. Nessa categoria, as ações serão focadas na estruturação segundo a vocação do destino, qualificação e melhoria da infraestrutura turística.

 

• Frutificar – 3 municípios que atingiram de 110 até 149 pontos. Nessa categoria, as ações serão focadas na organização de roteiros e produtos turísticos, além da promoção.

 

• Colher – 5 municípios que atingiram de 150 até 235 pontos. Nessa categoria, as ações serão focadas na manutenção, promoção e comercialização dos produtos turísticos.

 

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 12 ficam sem classificação porque não participaram de nenhuma edição do Programa de Classificação dos Municípios. E dos 45 municípios que aderiam em 2017, 40 estão inseridos no Mapa do Turismo Brasileiro do Ministério do Turismo.

 

O Programa de Classificação/2017 – 3ª Fase foi alimentado pelos próprios municípios participantes, com orientação e suporte da equipe técnica da Diretoria de Desenvolvimento do Turismo e Mercado, através de um sistema desenvolvido pela Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) em parceria com a Superintendência de Gestão da Informação (SGI). Para acessar o Relatório Final – Classificação dos Municípios 2017 – 3ª FASE, a Planilha de pontuação dos municípios geral 2013/2014/2017 e o Quadro de Classificação de 2017.



Untitled Document
Últimas Notícias
Brasileiro chefe do PCC preso em Assunção tinha ajuda de policial paraguaio
São Paulo vende 47 mil ingressos para Majestoso no Morumbi
Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre
Untitled Document