Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 21 DE MAIO DE 2018
02 de FEVEREIRO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Governo cobra contribuintes por débitos de IPVA

Devedores foram intimados e têm 5 dias para procurar Agenfa
Condutores devem procurar Agenfa e fazer pagamento, ou dívida vai para cartório - Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) de Mato Grosso do Sul iniciou o ano de 2018 intimando em torno de cinco mil contribuintes que estão com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em atraso.

 

Somente na edição de quarta-feira do Diário Oficial do Estado, foi publicado suplemento de 70 páginas com a lista de contribuintes devedores. No dia anterior, a lista de inadimplentes ocupava 20 páginas do DOE.

 

De acordo com o procurador Rodrigo Campos Zequim, chefe em substituição da Procuradoria de Controle da Dívida Ativa da PGE, o suplemento faz parte do último lote do mês e a primeira fase do trabalho de cobranças extrajudiciais.

 

“Nessa primeira medida, é feita a cobrança por meio da publicação no Diário Oficial. O contribuinte é intimado e tem o prazo de cinco dias para procurar a Agenfa [Agência Fazendária de Mato Grosso do Sul] para se regularizar. Caso contrário, o nome dele será encaminhado para o cartório, onde ele será intimado novamente para fazer o pagamento ou será protestado”, explicou. 

 

O procurador explicou que a medida faz parte de uma ação de cobranças extrajudiciais, iniciada no ano passado. A ideia é fazer com que o contribuinte regularize a sua situação antes de o caso ser judicializado, e o nome, lançado na dívida ativa do Estado, em que as chances de recuperação são menores. O lançamento na dívida ativa ocorre caso o protesto falhe.



Untitled Document
Últimas Notícias
Maior derrotado da Série A, Santos não perdia tanto desde ano da estreia de Pepe
Bellucci dá 1ª vitória brasileira no quali de Roland Garros
MS tem a melhor geração de emprego dos últimos quatro anos
Untitled Document