Untitled Document
DOMINGO, 21 DE OUTUBRO DE 2018
02 de FEVEREIRO de 2018 | Fonte: G1

Ex-Chape bate contra caminhão e morre em SC

Carro que Fábio Azevedo conduzia e caminhão bateram de frente na madrugada desta sexta. Atualmente, ele era treinador de atletas de base.

O ex-atacante da Chapecoense Fábio Azevedo, de 41 anos, conhecido por Fabinho, morreu nesta sexta-feira (2) após um acidente na BR-282 em Maravilha, no Oeste de Santa Catarina. Ele conduzia um carro que bateu de frente em um caminhão.

Fabinho teve duas passagens pelo time da Chapecoense  (Foto: Facebook/Reprodução)
Fabinho teve duas passagens pelo time da Chapecoense (Foto: Facebook/Reprodução)

Fabinho ficou gravemente ferido no acidente e foi levado para o hospital São José em Maravilha. Segundo a unidade de saúde, ele morreu no trajeto de transferência para o hospital de Chapecó. O horário da morte e outros detalhes não foram informados. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Miguel do Oeste.

 

O filho dele, de 13 anos, também estava no carro, além de um homem de 37 anos. Os dois sofreram ferimentos leves, assim como o motorista do caminhão.

Ex-jogador estava em carro que colidiu de frente com caminhão em Maravilha (Foto: PRF/Divulgação)
Ex-jogador estava em carro que colidiu de frente com caminhão em Maravilha (Foto: PRF/Divulgação)

A colisão frontal ocorreu por volta das 4h, no km 604, da BR-282, em Maravilha. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro do ex-jogador invadiu a contramão e bateu de frente com um caminhão. O carro ficou totalmente destruído com o impacto do acidente.

 

Fabinho jogou como atacante na Chapecoense entre 2003 e 2004 e entre 2009 e 2010. Fabinho jogou pela Seleção do Togo e também defendeu cinco clubes na temporada em El Salvador de 2005 a 2008. Atualmente, era treinador de atletas da categoria de base no Oeste catarinense.



Untitled Document
Últimas Notícias
Gasolina sobe pela nona semana seguida e acumula alta de 6,76% em MS
Haddad eleva o tom, critica e desafia Bolsonaro
Furto de cobre motivou tiroteio que terminou com PM morto
Untitled Document