Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
09 de JANEIRO de 2018 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul tem redução de crimes violentos e de todos os tipos de homicídio

Todos os crimes contra a vida sofreram redução em 2017, na comparação com 2016 no Mato Grosso do Sul.
“Esses números positivos temos que comemorar, mas sem jamais se acomodar. Vamos continuar tratando a segurança como uma das prioridades”, afirmou a governadora em exercício Rose Modesto (Foto: Chico Ribeiro)

Dos 13 principais delitos em Mato Grosso do Sul, nove tiveram redução – principalmente os mais violentos, que resultam em morte. Esse é o caso do latrocínio, com queda de 46% no ano passado. Os números foram apresentados nesta terça-feira (09/01) pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, e pela governadora em exercício Rose Modesto.

 

Apesar de fazer fronteira com dois países e enfrentar diariamente o tráfico de drogas, todos os crimes contra a vida sofreram redução em 2017, na comparação com 2016. Os roubos seguidos de morte, por exemplo, tiveram queda de 41 para 22 casos. A Sejusp também registrou queda em homicídios dolosos (-9%), feminicídios (-21%), homicídios culposos (-43%) e homicídios culposos no trânsito (-10%).

Secretário de Justiça e Segurança Pública, Carlos Videira, destaca que a redução nos índices é resultado do trabalho das polícias (Foto: Chico Ribeiro)

“Mato Grosso do Sul é o 5º Estado mais seguro para se viver. Esses números positivos temos que comemorar, mas sem jamais se acomodar. Vamos continuar tratando a segurança como uma das prioridades”, afirmou Rose. O Estado recebeu pontuação de 76,4 no Ranking de Competitividade dos Estados, bem acima da média nacional, de 46,2. Uma das áreas analisadas na definição da pontuação dos estados é a segurança pública, e nesse quesito Mato Grosso do Sul avançou 9 pontos em relação ao levantamento anterior.

 

Rose analisou que os índices são resultados de ações do governo que já investiu R$ 90 milhões por meio do programa MS Mais Seguro, tem qualificado os servidores da área, abriu concursos para 200 homens no Corpo de Bombeiros e 450 na Polícia Militar e está construindo presídios.

Dos 13 principais crimes, nove tiveram queda em 2017, explica Rose Modesto (Foto: Chico Ribeiro)

Adjunto

Videira anunciou ainda que o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Esli Ricardo de Lima, será empossado secretário-adjunto no dia 16, em cerimônia no Comando-Geral da PM, no Parque dos Poderes.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document