Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 18 DE JULHO DE 2018
11 de DEZEMBRO de 2017 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Governo de MS quer aumentar exportações para a Argentina

Argentina é o segundo parceiro comercial mais importante para Mato Grosso do Sul, ficando atrás somente da China

 O Governo de Mato Grosso do Sul quer aumentar as exportações de minério de ferro, soja e milho para a Argentina. Nesta segunda-feira (11.12), o governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, e o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, se reuniram com o cônsul-adjunto da Argentina em São Paulo, Gabriel Rivera, para tratar de projetos econômicos entre o Estado e o País do Mercosul. O encontro foi na governadoria.

O governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, e o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, se reuniram com o cônsul-adjunto da Argentina em São Paulo, Gabriel Rivera (Foto: Divulgação/Assessoria )

A Argentina é o segundo parceiro comercial mais importante para Mato Grosso do Sul, ficando atrás somente da China. “Mas nós temos ainda um perfil de exportação muito restrito, pois 90% de nossas vendas são de minério de ferro”, explica o secretário Jaime Verruck. “Hoje exportamos minério e soja, e nossa ideia é aumentar essa exportação, acrescentando o milho”, pontua.

 

No cenário de compra e venda entre Mato Grosso do Sul e a Argentina, o porto de Porto Murtinho desempenha papel estratégico, pois é considerado de grande importância para a saída das commodities. “O que o vice-cônsul tem apresentado que a gente também importe mais da Argentina. Temos opções na parte de alimentos, fertilizantes e combustíveis para o MS importar […] e temos ainda opção de trazer trigo para atender a indústria de MS”, completa.

 

Conforme o vice-cônsul, estreitar os vínculos comerciais e binacionais entre Mato Grosso do Sul e Argentina foi a principal pauta do encontro. “Desde o Consulado da Argentina em São Paulo e até a embaixada da Argentina em Brasília, consideramos muito importante a relação com Mato Grosso do Sul. As exportações de MS para Argentina esse ano já cresceram muito, 30%, e a gente quer aumentar também as importações e exportações”, conta.



Untitled Document
Últimas Notícias
Homens recebem 75% das indenizações do DPVAT
Idoso é achado em terreno baldio após sumir
Bandidos invadem paróquia e destroem sacrário
Untitled Document