Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017
01 de NOVEMBRO de 2017 | Fonte: Diário Corumbaense

Prefeito de Corumbá morre após cirurgia cardíaca

Ruiter tinha 53 anos e estava no primeiro ano de sua terceira gestão como prefeito do município de Corumbá. Ele não resistiu a complicações pós-operatórias e morreu em Campo Grande.

O prefeito de Corumbá-MS, Ruiter Cunha de Oliveira, 53 anos, não resistiu a complicações no pós-operatório e morreu à 00h28 desta quarta-feira, 1º de novembro, no Proncor de Campo Grande. O prefeito foi submetido a uma cirurgia cardíaca de emergência por causa de uma dissecção aguda da aorta, mas não resistiu no pós-operatório e veio a óbito seis horas depois.

Prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha tinha 53 anos e não resistiu a intevenção cirúrgica (Foto: Arquivo Diário Digital)

A assessoria de comunicação da Prefeitura, publicou nota oficial informando que os médicos disseram que Ruiter sofreu várias paradas cardíacas após a cirurgia. "O coração não voltou a bombear o sangue como deveria e a pressão arterial estava oscilante. O organismo não respondeu à operação, nem à medicação".

 

Ruiter sentiu dores na perna e no tórax de maneira simultânea na manhã de segunda-feira (30), foi atendido por um médico e internado no Centro de Tratamento Intensivo da Santa Casa de Corumbá. Depois da realização de tomografia, a Junta Médica avaliou que o prefeito precisaria passar pelo procedimento de hemodinâmica. Já no Proncor da Capital, Ruiter passou por cateterismo, onde foi confirmado que ele sofreu aneurisma de aorta, a principal artéria do corpo e que teria que ser operado.

 

Inicialmente a cirurgia estava marcada para quarta-feira, mas nesta terça, ele acordou com pressão arterial adequada, estável e tranquilo, condições ideais para o procedimento. Porém, não resistiu. 

 

Terceiro mandato

Ruiter era fiscal de renda de carreira do estado de Mato Grosso do Sul. Iniciou na política em 2004, quando se candidatou pela primeira vez à Prefeitura de Corumbá e se elegeu pelo PT. Se reelegeu em 2009 pelo mesmo partido e agora, estava no primeiro ano de sua terceira gestão como prefeito da cidade pelo PSDB. Ruiter deixa a esposa, Beatriz; os filhos Rodrigo e Rafaela; a mãe, dona Leir e a irmã, Gláucia. Com a morte de Ruiter, vai assumir o comando da Prefeitura corumbaense, o vice, Marcelo Iunes (PTB).



Untitled Document
Últimas Notícias
Onevan acompanha Reinaldo em entrega e lançamento de obras
Líder City marca no fim e bate Feyenoord
MS projeta que Fundo de Equilíbrio Fiscal tenha adesão de 700 indústrias
Untitled Document