Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
13 de OUTUBRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Três Lagoas conta com R$ 400 milhões para 2018

Município aguarda projetos para instalação e ampliação de indústrias
Investimentos do setor privado tem amenizado os efeitos da crise econômica nacional - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Três Lagoas poderá receber mais de R$ 400 milhões em investimentos a partir de 2018. A expectativa é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e prevê tanto  ampliações de indústrias em operação quanto a instalação de novos empreendimentos. De acordo com o secretário da pasta, Antônio Luiz Teixeira Empke Júnior, neste ano, 30 empresários visitaram o município, na região leste do Estado, interessados em seu potencial econômico. Destes, oito chegaram a apresentar propostas, o que corresponde a um investimento de mais de R$ 300 milhões e pelo menos mil postos de trabalho gerados. Essa estimativa, conforme o secretário, não leva em consideração a possível retomada das obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III), também prevista para o próximo ano.

 

“De todos que nos visitaram, essas são as que estão mais adiantadas. Nossa expectativa é de, até novembro, encaminhar os projetos de lei de doação de área e de incentivos fiscais para análise da Câmara de Vereadores. São investimentos industriais que variam de R$ 1,5 milhão a até R$ 300 milhões, para a instalação de indústrias nos setores têxtil, calçadista e de metal-mecânica”, completou.

 

Um dos maiores investimentos previstos, no entanto, é do ramo de bebidas. Um grupo empresarial pretende investir de R$ 250 milhões a R$ 300 milhões na instalação de uma cervejaria no município. Para isso, deverão ser geradas 300 vagas de emprego diretas. “A empresa deve entregar a carta-consulta, que descreverá o investimento e solicitará doação de área, nos próximos dez dias”, destacou.



Untitled Document
Últimas Notícias
Lideranças evangélicas se reúnem em Campo Grande
Pai e filho são levados para delegacia ao trocarem socos por conta de crack
Preço do gás em MS sobe 5 vezes mais que a inflação
Untitled Document