Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2017
30 de AGOSTO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Receita do Estado encolhe 5% e fica em R$ 759,2 milhões

Valores referem-se à movimentação de julho em MS
Imposto arrecadou 17,2% menos no mês passado, no Estado (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado)

A receita corrente líquida de Mato Grosso do Sul fechou em R$ 759,217 milhões no mês de julho, recuo de 5,01% em relação ao mês anterior, de R$ 799,285 milhões, de acordo com demonstrativo publicado no Diário Oficial do Estado pela Secretaria Estadual de Fazenda na semana passada.

 

A redução reflete a queda nas receitas tributárias, que saíram de R$ 756,824 milhões para R$ 729,954 milhões na virada do semestre (-2,38%) e das transferências correntes, que encolheram R$ 9,34 milhões no período (-3,50%), baixando de R$ 267,168 milhões para R$ 257,827 milhões. 

 

Entre as principais fontes de arrecadação, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) apresentou retração de 3,38% e registrou receita de R$ 611,151 milhões no mês passado, contra R$ 632,544 milhões em junho.

 

Também tiveram decréscimos o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) – de R$ 20,748 milhões para R$ 17,165 milhões, queda de 17,27% –; o imposto sobre herança, o ITCD – de R$ 13,826 milhões para R$ 10,182 milhões, representando redução de 26,36%; e outras receitas tributárias, que apresentaram queda de 10,87%, saindo de R$ 27,103 milhões para R$ 24,153 milhões.

 

A exceção foi a arrecadação com o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que cresceu 7,51% e foi de R$ 62,601 milhões, em junho, para R$ 67,302 milhões, em julho.



Untitled Document
Últimas Notícias
Santos empata e Corinthians segue com boa folga
Bombeiros e PMA atuam para controlar incêndio no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema
Zé Teixeira recebe pedido da comissão dos remanescentes aprovados no concurso da AGEPEN
Untitled Document