Untitled Document
DOMINGO, 23 DE JULHO DE 2017
12 de JULHO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

MS pretende economizar R$ 20 mi com renegociação

Projeto de lei foi encaminhado à Assembleia
Governadoria no Parque dos Poderes, em Campo Grande (Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado)

O governo do Estado encaminhou, ontem, para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) proposta que pode resultar em uma economia de R$ 20 milhões aos cofres públicos estaduais somente neste ano.

 

O projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a renegociar as operações de crédito firmados com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem como base o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal, do governo federal, e tinha sido tema da última reunião entre o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com o presidente da República, Michel Temer (PMDB), realizado no começo deste mês, em Brasília (DF).

 

Conforme informações da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), as renegociações se restringem a duas linhas de crédito com o BNDES, denominadas PEF II e Proinvest.

 

O saldo devedor dessas duas operações somam R$ 344,142 milhões até 30 de abril deste ano. A despesa mensal do governo do Estado para a amortização é de aproximadamente R$ 4,692 milhões. 

 

Já com a renegociação, esse montante pago mensalmente pode cair pela metade. Com a medida, a projeção é que a parcela caia para aproximadamente R$ 2.073 milhões, o que corresponde a uma economia mensal de R$ 2.620 milhões, informou a Sefaz em nota à imprensa. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Morre em São Paulo o ex-goleiro Waldir Perez
Ladrão usa capacete de moto para roubar celular de jovem
Mistão do Palmeiras vence o Sport fora de casa
Untitled Document