Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 26 DE JUNHO DE 2017
06 de JUNHO de 2017 | Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

DOF comemora 30 anos e retira de circulação mais de 380 toneladas de drogas

O departamento tem como missão realizar o policiamento, combatendo os crimes de narcotráfico, latrocínio, furto/roubo de veículos, de cargas, roubo/furto em propriedades rurais, golpe do seguro e outros.
Para o governador Reinaldo Azambuja, o DOF é um grupo que tem o respeito da sociedade pelo trabalho realizado (Foto: Chico Ribeiro)

Presente em 51 município de Mato Grosso do Sul, o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) comemora 30 anos de criação durante solenidade realizada nesta terça-feira (06/06), em Dourados. Marcada pela entrega da “Medalha Águia da Fronteira”, as comemorações homenageiam 30 personalidades civis e militares que contribuíram para o aperfeiçoamento e projeção do departamento. Durante a festividade, o governador Reinaldo Azambuja anunciou a construção da sede, orçada em R$ 5 milhões.

 

Para Reinaldo Azambuja, o DOF é um grupo que tem o respeito da sociedade pelo trabalho realizado. O governador disse ainda que o resultado registrado, principalmente nos primeiros cinco anos, mostra a efetividade das suas ações. O departamento tem como missão realizar o policiamento, combatendo os crimes de narcotráfico, latrocínio, furto/roubo de veículos, de cargas, roubo/furto em propriedades rurais, golpe do seguro e outros.

 

“Praticamente triplicou as apreensões de drogas, armas e descaminho. E aproveitamos a ocasião para anunciar que no dia 22 de maio, a 3ª Vara Criminal de Campo Grande, sob o comando do juiz Odilon de Oliveira, sentenciou o pedido feito por mim e o secretário Barbosinha, liberando os recursos para podermos definitivamente construir a sede do DOF. Teremos R$ 5 milhões disponibilizados pela Secretaria Nacional Antidrogas. A sentença já foi encaminhada ao Ministério da Justiça e, agora, os projetos executivos e arquitetônicos serão finalizados para que a gente possa fazer a licitação e colocar a sede e funcionamento o mais breve possível”, comemorou o governador.

 

Desde sua criação – em 28 de maio de 1.987 – o departamento contabiliza a apreensão de mais de 380 toneladas de drogas, sendo:

 

- Cocaína 3.621,689 kg;

- Maconha 375.720,962 kg;

- Haxixe 456,921 kg;

- Pasta base 921.952 kg;

- Crack 112,520 kg;

- Veículos recuperados 1.375;

- Armas de fogo apreendidas 935;

- Munições apreendidas 70.234;

- Pessoas presas por tráfico 1.687;

- Presos por outros delitos 1.449;

- Contrabando de cigarros 5.904.576 pacotes;

- Contrabando de pneus 33.729 unidades.

 

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, destacou a importância do DOF para o desenvolvimento sócio econômico do Estado e para a manutenção da segurança pública. Além disso, Barbosa ponderou que o prejuízo causado aos traficantes já ultrapassa os R$ 100 milhões. “Nós temos conhecimento que os traficantes pagam média de R$ 10 mil o quilo da cocaína e em média de R$ 225 o quilo da maconha. Com base nas apreensões, os cálculos apontam que a média de apreensão do Departamento atingiu R$ 36 milhões em cocaína e R$ 85 milhões em maconha nos 30 anos”, afirmou.

 

O programa MS Mais Seguro também contemplou o DOF. Ao todo o departamento recebeu 150 coletes e 15 armas longas (fuzis 556), que totalizam R$ 256.026,00 em investimentos.

 

Medalha

A “Medalha Águia da Fronteira” foi destinada a 30 personalidades civis e militares que contribuíram para o aperfeiçoamento da instituição. Entre os agraciados estão a prefeita de Dourados, Délia Razuk, o Comandante Geral da PM – Coronel Waldir Ribeiro Acosta, o Subcomandante Geral da PM – Coronel Valdecir Escalhar, Tenente Coronel da PM – Paulo Marques Vaz e o Reitor da UEMS – Fábio Edir dos Santos Costa, entre outros.

 

O modelo de Unidade Integrada de Policiamento implantado no DOF é considerado o primeiro no Brasil. A criação ocorreu em 28 de maio de 1.987, com o nome de Grupo de Operações de Fronteira (GOF). Na época o efetivo era de 16 policiais (sendo oito militares e oito civis), subordinados à Sejusp. Passou para Departamento de Operações de Fronteira em 1.996 e dez anos depois, em 2006, foi criada a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) integrada ao DOF.

 

Hoje o departamento atua em 51 municípios de Mato Grosso do Sul, com presença efetiva nos 730,8 quilômetros de fronteira seca – do total de 1.500 quilômetros de fronteira com o Paraguai e com a Bolívia – abrangendo, inclusive, extensa área rural. Confira as fotos do evento. (**Diana Gaúna e Bruno Chaves/Subcom)



Untitled Document
Últimas Notícias
Cassems tem aprovação de 81% dos usuários do Estado, aponta pesquisa
Temer sanciona lei que permite preço diferente para cada forma de pagamento
Empresários do Estado terão 15 dias para pagar ICMS de mercadorias
Untitled Document