Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 28 DE JUNHO DE 2017
20 de ABRIL de 2017 | Fonte: Campo Grande News

Chuva de 159 milímetros em 50 minutos inundou avenidas e casas na Capital

Retroescavadeira fazendo o resgate de uma camionete (Foto: Direto das Ruas)

Em apenas 50 minutos choveu 159 milímetros na tarde de ontem (19), no Bairro Moreninhas IV, Sul de Campo Grande. A precipitação inundou casas, ruas, rodovias e trouxe transtornos aos moradores e motoristas da região. Foram várias ocorrências entre alagamentos, quedas de motociclistas, quedas de árvores, muros e carros rodando na pista por causa do volume da água.

 

De acordo com o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrão, a chuva começou 16h20 e foi até às 17h10. Do dia 1º deste mês até agora, somente na região das Moreninhas, choveu 280 milímetros, o que representa 116% dos 105 milímetros – média histórica para o mês de abril. “Desde 1962, ou seja há 55 anos, que não chovia tanto no período”, explica o meteorologista. Ele ressalta que choveu na cidade toda, mas o volume maior foi na região sul. 

 

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Paulo Cordeiro, foram mais de 16 ocorrências atendidas entre quedas muros, de árvores em ruas e sobre veículos, resgate de pessoas dentro de carro em vias alagadas e quedas de motociclistas. As principais ocorrências foram na Avenida Gury Marques, próximo a Energisa.

 

A chuva deve continuar nesta quinta-feira (20) com previsão de pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A temperatura máxima na Capital deve ficar na casa dos 25ºC, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). 

 

Transtornos - Um dos locais atendidos pela corporação foi o Ceinf (Centro de Educação Infantil) da Moreninha IV, que foi tomado pela água. No Pátio Moreninhas, o muro foi derrubado pela água e também alagou. Nos bairros Canguru e Mário Covas, além das Moreninhas, os Bombeiros fizeram a retirada de água de diversas residências. 

 

Na Avenida Catiguá, o trânsito foi fechado no trecho da ponte do córrego Bálsamo, que transbordou. Uma "cachoeira" se formou em uma sala da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário. Na BR-163, saída para São Paulo, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) atuou no controle de veículos à pedido do Corpo de Bombeiros.

 

A fila de carros chegou a 1 km e o fluxo seguiu lento por causa da quantidade de veículos e da água na pista. Assista a um dos vídeos gravado na Gury Marques encaminhado à redação. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Mulher é presa com meia tonelada de maconha
Saque do PIS/Pasep vai até a próxima sexta
Copa Cidade de Futsal define seus campeões em Naviraí
Untitled Document