Untitled Document
DOMINGO, 22 DE OUTUBRO DE 2017
28 de MARÇO de 2017 | Fonte: Agência EFE

Diretor da OIT afirma que desemprego seguirá crescendo no mundo todo

O dirigente da OIT defendeu o diálogo social e que os governantes coloquem o emprego no centro das políticas públicas.

O diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder, questionou nesta terça-feira (28/03) a forma como o mundo todo administrou a crise econômica e advertiu que o desemprego seguirá crescendo. As informações são da Agência EFE.

 

"A cada ano há e haverá mais desempregados no mundo e isso tem consequências dramáticas", afirmou Ryder, em um café da manhã informativo, em Madri.

 

O dirigente da OIT defendeu o diálogo social e que os governantes coloquem o emprego no centro das políticas públicas pois, segundo ele, isso representa muito mais do que uma forma de ganhar dinheiro; trata-se de "dar sentido à experiência humana".

 

Sobre o futuro, encorajou os países a não cair no "determinismo tecnológico" e a pensar no emprego de outra forma, respeitando as relações criadas.

 

Ryder observou que é preciso criar 40 milhões de postos de trabalho a cada ano no mundo, mas reconheceu que "isso não é possível".

 

Observou que outras opções para o problema do desemprego incluem compartilhar o trabalho ou apostar em  garantias de ingressos universais.

 

Ryder também insistiu na necessidade de reduzir a lacuna salarial entre homens e mulheres, que em nível global é de 23%. "As mulheres trabalham às sextas-feiras de graça", disse ao tentar explicar que a diferença salarial equivale a um dia da semana sem remuneração para as mulheres.

 

Já em relação à situação política global, insistiu que o Brexit "foi um erro" e pediu atenção às decisões dos Estados Unidos.



Untitled Document
Últimas Notícias
Mulher tem corte de 10 cm na cabeça em acidente
Temer anuncia em Miranda recursos para recuperação do Taquari
Manchester City emplaca a 11ª vitória seguida
Untitled Document