Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 17 DE AGOSTO DE 2017
27 de FEVEREIRO de 2017 | Fonte: Midiamax

Homem morre eletrocutado ao mexer no sistema de som em veículo

Um homem de 33 anos teria morrido na tarde deste domingo, dia 26 de fevereiro, em Campo Grande, supostamente vítima de um choque enquanto mexia em um sistema de som instalado em um veículo de propriedade dele, e ligado ao padrão de energia de uma residência, no bairro Parque do Lageado. Segundo informações do Boletim de Ocorrência registrado pela Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), os policiais foram chamados na casa para atender uma morte em decorrência de choque elétrico.

 

As filhas do homem informaram à polícia que ele havia acabado de lavar o veículo, uma pick-up VW/Saveiro, na garagem da própria residência, e estava realizando uma carga no som do veículo através de uma extensão, ligada diretamente ao padrão de eletricidade da casa. Uma das filhas disse que estava dentro de casa quando ouviu um grito e foi checar. Então ela teria visto a vítima ajoelhada ao lado da porta do motorista, aparentando estar recebendo um choque.

 

Ela então pediu ajuda ao vizinho da frente e ao filho do mesmo, que conseguiram desligar a chave do padrão e afastar a vítima do carro. Eles teriam tentado reanimar o homem sem êxito. O Corpo de Bombeiros realizou atendimento, além do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que constatou o óbito.

 

Uma equipe de perícia da Polícia realizou uma vistoria no legal, mas não constatou anormalidades no padrão de energia.

 

Uma testemunha, irmão do homem de 33 anos, disse que na véspera o havia ajudado a montar um sistema de som no veículo, mas a perícia disse que também não haviam anormalidades na instalação elétrica do som do veiculo, ou algo que estivesse desviando corrente de eletricidade do som do carro da vítima. O caso foi registrado como "morte a esclarecer".



Untitled Document
Últimas Notícias
JBS entrega documento e admite descumprimento de acordo
Votação da PEC que altera regras para as eleições é adiada
MS poderá ter cadastro de condenados por racismo ou injúria racial
Untitled Document