Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 27 DE JUNHO DE 2017
21 de FEVEREIRO de 2017 | Fonte: Correio do Estado

Mãe e filhas que morreram carbonizadas serão sepultadas só mês que vem

Vítimas eram de Rio Verde e translado dos corpos ocorrerá após exames
Acidente aconteceu no sábado (18); as duas carretas pegaram fogo (Foto: Gazeta Digital)

Beatriz Rodrigues Santos e as filhas Alekia e Maria Eduarda, que moravam em Rio Verde e morreram carbonizadas em acidente de trânsito, serão sepultadas, somente, no próximo mês. Os corpos ainda continuam no instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá (MT) para confirmação de identidade por meio de DNA.

 

De acordo com o site Edição de Notícias, familiares declararam que resultados dos exames devem ser concluídos entre 15 a 20 dias. Somente, então, os corpos serão liberados para o translado à cidade sul-mato-grossense.

 

CASO

 

Mãe e as duas filhas morreram carbonizadas em acidente, na tarde de sábado (18), no quilometro 474 da BR-364, em Jangada (MT), perto de Cuiabá.

 

As três eram passageiras de carreta conduzida pelo marido de Beatriz e pai das meninas. O veículo que estava carregado com soja bateu de frente com outra carreta, vazia.

 

Com o impacto da colisão, os veículos pegaram fogo. Os dois motoristas sobreviveram, mas foram socorridos com queimaduras.



Untitled Document
Últimas Notícias
Cassems tem aprovação de 81% dos usuários do Estado, aponta pesquisa
Temer sanciona lei que permite preço diferente para cada forma de pagamento
Empresários do Estado terão 15 dias para pagar ICMS de mercadorias
Untitled Document