Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 30 DE SETEMBRO DE 2020
12 de AGOSTO de 2020 | Fonte: Inmet

Inmet emite alerta de chuvas intensas para o sul do Brasil nesta 4ª feira

As previsões do Inmet indicam que a região continuará com volumes expressivos até o início da próxima semana, quando um novo sistema deve ganhar força pelo sul do Brasil.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para chuvas intensas válido para o norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e extremo sul do Paraná. " Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas", afirma o Inmet. O alerta é válido até o fim da noite desta quarta-feira (12/08). 

 

Falando em volumes de chuva, o modelo Cosmo do Inmet aponta chuvas cima dos 60 milímetros para áreas do Rio Grande do Sul nas próximas 24 horas. Já Santa Catarina e Paraná devem receber chuvas com volumes mais baixos. 

 

"Além das pancadas de chuva, a quarta-feira também será de risco para fortes rajadas de vento, que podem chegar a 70km/h principalmente em áreas do Rio Grande do Sul e da serra catarinense. No litoral dos dois estados, o mar fica bastante agitado", comenta  Climatempo. 

 

As previsões do Inmet indicam que a região continuará com volumes expressivos até o início da próxima semana, quando um novo sistema deve ganhar força pelo sul do Brasil. A partir do dia 15, sábado, as chuvas passarão a ser mais intensas também para Santa Catarina e Paraná, com as precipitações podendo ficar acima de 50 milímetros na região central do Paraná. 

 

A tendência é que as condições de chuva avancem também para São Paulo e Mato Grosso do Sul. Os dois estados não recebem chuvas volumosas desde o início do Inverno e as precipitações devem ficar entre 40 e 60 mm. Os modelos indicam ainda que as chuvas podem voltar ao sul de Minas Gerais, com volumes entre 20 e 40 mm. 

 

Os mapas mais recentes da Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA), também indicam chuvas para áreas do sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Segundo as previsões entre 12 e 20 de agosto, os volumes devem ficar entre 80 e 100 mm, sendo os maiores volumes esperados para São Paulo. 

 

As chuvas no entanto. ainda não se tratam do retorno da estação chuvosa para as demais áreas do Brasil. Para o período entre 20 e 28 de agosto, os volumes previstos são mais baixos para o sul e também áreas do Sudeste. O modelo mantém ainda o tempo seco e estável para o Brasil Central.



Untitled Document
Últimas Notícias
Gaeco cumpre mandados de busca em empresas de MS por supostas fraudes em licitações
Mesa Diretora da ALEMS publica normas a deputados e servidores relativas ao período eleitoral
Governo federal vai vender 387 bens de traficantes em Mato Grosso do Sul
Untitled Document