Untitled Document
DOMINGO, 31 DE MAIO DE 2020
13 de JANEIRO de 2020 | Fonte: Campo Grande News

Após ter bicicleta furtada, professor ganha dinheiro dos alunos para bike nova

A atitude emocionou o professor de Educação Física que define a surpresa como “um grande dia em sua vida”
Professor recebe contribuição dos alunos após ter bicicleta furtada (Foto: Arquivo Pessoal)

Gestos simples fazem a diferença. Uma turma de uma academia de Campo Grande não ficou indiferente ao fato de o professor de Educação Física perder sua bicicleta para o crime, e decidiu ajudá-lo com uma quantia em dinheiro para ele começar o ano de bike nova. A atitude emocionou o personal que define a surpresa como “um grande dia em sua vida”.

 

“Tudo começou quando em um fatídico dia tive minha bicicleta furtada, bike que usava para incentivar ainda mais pessoas ao hábito de praticar exercício físico regularmente. Fiquei muito triste, mas não desanimei e ergui a cabeça”, conta o professor Eder Carrilho.

 

Ele diz que já estava nos planos juntar uma grana e adquirir uma nova bicicleta em 2020, no entanto, recebeu uma surpresa logo na primeira quinzena do ano. “Eu saí de férias no fim do ano e meus alunos me pediram para fazer um aulão assim que eu voltasse. Topei na hora. Nesse meu intervalo de férias, um casal iniciou a movimentação para realizar uma surpresa”.

 

Eder diz que no dia da entrega, realizada no fim de semana, saiu de casa animado para reencontrar os alunos, em seguida, estranhou que não parava de chegar pessoas ao local combinado. “Pensei que o povo estava bem animado nesse começo de ano até que, de repente, um aluno pediu a palavra, e começou a contar sobre a ação deles. E eu nem desconfiei”.

 

Um total de 64 alunos contribuíram com quantias para doar R$ 2,5 mil ao professor. “É claro que isso me deixou muito feliz, o dinheiro vai me ajudar muito, mas o que realmente me emocionou foi ver a intenção deles em me ajudar, em me ver feliz, isso nem um cheque de um milhão de reais teria mais valor. É uma sensação que eu não tenho nem palavras para expressar e mensurar a gratidão por todos”, diz o professor.

 

Quem teve a iniciativa junto dos amigos foi a aluna Milka Talita dos Santos Fernandes, 33 anos, que afirma não ter sido difícil reunir o grupo para concretizar a ideia. “Ele é muito querido por todos. Tivemos pouca intimidade com ele e a esposa (Manu). Mas o pouco que pudemos conhecer, passamos a admirá-lo. Tudo que ele conquista é através de muito esforço”, afirma.

 

Os alunos atribuem a fama do professor à paciência e dedicação que ele tem para ver os seus alunos superarem desafios. “Em qualquer situação de atividade física, é como se ouvíssemos a voz dele: dizendo ‘bora, você consegue!’, ‘vamos, só mais um’, ‘Claro que você aguenta’ e ‘eu confio em você’”, reproduz Milka. “Meu marido, inclusive, iniciou a pedalada por incentivo dele”, acrescenta.

 

Como a bicicleta de Eder era bem elaborada e com valor mais alto do que o grupo arrecadou, os alunos chamam a surpresa de “contribuição”. “Ficamos muito tristes quando soubemos do roubo, por saber que ele gostava muito. Essas bicicletas não são baratas e não temos condições de dar uma de presente mesmo gostando muito dele, então resolvemos juntar os alunos e contribuir”, afirma.



Untitled Document
Últimas Notícias
Operação em MS busca provas contra policiais civis suspeitos de receberem propina da ‘Máfia do Cigarro’
Publicada com vetos lei sobre ajuda financeira a estados e municípios
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h
Untitled Document