Untitled Document
QUARTA-FEIRA, 26 DE JUNHO DE 2019
17 de MAIO de 2019 | Fonte: Globo Esporte

Inter de Milão e Atalanta, da Itália, monitoram Pedro, atacante do Fluminense

Observadores dos clubes estiveram presentes no Maracanã em partidas recentes do Tricolor
Pedro, atacante do Fluminense (Foto: Divulgação)

O longo período longe dos campos não afastou os olhares do futebol europeu em Pedro. Desde que voltou da cirurgia do joelho direito, o atacante do Fluminense tem sido monitorado por dois clubes italianos: a Inter de Milão e o Atalanta. Até o momento, não houve propostas.

Dois membros do departamento de scout da Inter de Milão estão no Brasil analisando, preferencialmente, atacantes. E Pedro é um deles. Os italianos já estão se antecipando a uma possível perda de Icardi, especulado no Atlético de Madrid.

Eles estiveram no Maracanã no último sábado na derrota do Fluminense para o Botafogo por 1 a 0. Estiveram também nesta quarta, no jogo com o Cruzeiro, mesmo com ausência do atacante da partida em razão de dores na perna esquerda. Os representantes da Inter ainda ficarão no Rio de Janeiro até o próximo fim de semana e têm a esperança de assistir ao jogador mais uma vez ao vivo - Pedro ainda é dúvida para sábado.

Membros da Atalanta, por sua vez, observaram o atacante em três partidas recentes no Maracanã, contra Santa Cruz, Goiás e Botafogo. Nas duas primeiras Pedro entrou durante o segundo tempo, e na última jogou os 90 minutos. O camisa 9 não balançou as redes nestes jogos. Seus dois gols desde o retorno foram fora de casa, contra Santos e Grêmio.

O monitoramento do clube de Bérgamo no centroavante não é de hoje. No ano passado eles já chegaram a observá-lo em algumas partidas, mas as conversas não evoluíram. Nesse meio tempo, inclusive, despertaram interesse em Ibañez, que foi contratado no início deste ano.



Untitled Document
Últimas Notícias
Abertas inscrições para o Fies do segundo semestre de 2019
Bolsonaro revoga o decreto de armas e contradiz porta-voz
Deputados aprovam inclusão de educação financeira em escolas estaduais do MS
Untitled Document