Untitled Document
SÁBADO, 29 DE FEVEREIRO DE 2020
26 de MARÇO de 2019 | Fonte: Agência Brasil

Governadores voltam a reivindicar projeto de recuperação fiscal

Os detalhes do projeto de recuperação dos estados não foram postos à mesa.

Governadores reunidos hoje (26/03), em Brasília, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, reiteraram o pedido de um socorro fiscal, sinalizando que este pode ser um instrumento em troca do apoio à reforma da Previdência.

 

Os detalhes do projeto de recuperação dos estados não foram postos à mesa, informou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

 

“Estamos aguardando o projeto [de recuperação fiscal] chegar à Câmara”, disse Caiado. Para ele, essa é a situação imediata que deve ser tratada com o governo no momento.

 

“Estamos em situação de emergência, de colapso financeiro, de calamidade. Vamos tratar do programa de recuperação fiscal. O resto fica na tese do “se acontecer”, afirmou.

 

Segundo o  governador, em resposta à demanda Guedes fez uma apresentação de diretrizes. Os governadores não receberam o desenho definitivo do que será submetido ao Congresso. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse, há cerca de um mês, que a demora no pacote de empréstimos emergenciais levaria mais tempo para que o ajuste fiscal do governo federal não fosse colocado em risco.

 

Uma das propostas é conceder empréstimos gradualmente aos estados com problemas financeiros em troca de medidas como corte de despesas e aumento de tributos locais.

 

Independentemente, alguns governos estaduais mantêm o apoio incondicional à aprovação da reforma previdenciária, caso de São Paulo, e planejam um diálogo com suas bancadas no Congresso para buscar o convencimento e os ajustes no texto do governo.

 

Mesmo de estados em situação financeira mais delicada, como Goiás, os governadores defendem a importância da reforma e se comprometeram a atuar junto às suas bases parlamentares.



Untitled Document
Últimas Notícias
SES atualiza notificações de casos suspeitos de coronavírus em MS
Termina em maio prazo para eleitor regularizar título
Valdir Espinosa morre após complicação em cirurgia aos 72 anos
Untitled Document