Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 25 DE MARÇO DE 2019
30 de NOVEMBRO de 2018 | Fonte: Assessoria

Audiência Pública discute Plano de Coleta Seletiva em Naviraí

Plano prevê implantação da coleta seletiva em 2019, pela Prefeitura de Naviraí em parceria com a ONG Recicleiros.
Audiência Pública discutiu a implantação do Plano de Coleta Seletiva de resíduos recicláveis (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

Foi realizada no Centro Estadual de Educação Profissional, Senador Ramez Tebet / IFMS, na Rua Hilda, no conjunto habitacional Boa Vista, na noite de quarta-feira (28/11), a audiência pública de apresentação da coleta seletiva de lixo, a ser implantada em 2019, pela Prefeitura de Naviraí (via Gerência de Meio-Ambiente) em parceria com a Recicleiros (Organização Não Governamental).

 

A audiência pública presidida pelo prefeito de Naviraí – Dr. Izauri Macedo (DEM), tendo na mesa diretora o promotor de Justiça de Defesa do Meio-Ambiente, Paulo Riquelme; o gerente municipal de Meio-Ambiente, Astolfo Carlos Mendes e o diretor da ONG Recicleiros - Eric Burger Neto. 

 

Houve o prestígio da gestora ambiental e secretária do Consórcio Intermunicipal Conisul – Edna Brindarolli (de Eldorado), dos vereadores – Claudio César Paulino (Fi da Paiol – MDB) e Rosangela Farias (PSDB), além de gerentes da Prefeitura, catadores de materiais recicláveis e alunos do Instituto Federal (IFMS).

Prefeito Izauri de Macedo participou da audiência pública (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

O projeto de implantação da coleta seletiva de lixo de Naviraí deve ser implantado em cinco anos de desenvolvimento do programa, com descarte seletivo e coleta seletiva de materiais para o envio a uma central de triagem, a ser implantada em um galpão com cerca de 800 metros quadrados, a ser localizado em local a ser escolhido.

 

Na cidade de 54.041 habitantes, a produção de lixo de todos os tipos supera a marca de 50 toneladas/dia (7,55 toneladas de recicláveis/dia), com a estimativa de geração de 230 toneladas de materiais recicláveis, com a geração diária de cerca de 300 gramas de lixo e reciclável por pessoa.  O custo de implantação do projeto é de R$ 1.017.038, 89 (orçamento feito com valores atuais) a ser aplicado em aquisição de equipamentos, abertura da cooperativa de catadores, regularização, reformas, assessoria técnica, mobilização e treinamentos, comunicação e capital de giro.            

Gerente de Meio Ambiente, Astolfo Carlos Mendes, fala durante a audiência pública do Plano de Coleta Seletiva (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

Segundo o Gerente de Meio Ambiente do município de Naviraí Astolfo Carlos Mendes, o desenvolvimento do Plano de Coleta Seletiva não acarreta qualquer custo para a Prefeitura de Naviraí. Trata-se de um prêmio conquistado pela Prefeitura, via Edital Cidade+Recicleiros e tem como parceiro e viabilizador a SIG, multinacional do ramo de embalagens.

 

A intenção é ampliar o programa de reciclagem, reduzir a pressão sobre o aterro municipal, ampliando sua vida útil, gerar postos de trabalho para população de baixa renda e sensibilizar a população sobre os impactos da geração de lixo.



Untitled Document
Últimas Notícias
Gerência de Meio Ambiente comemora o Dia Mundial da Água
Campus Naviraí celebra primeira década do IFMS
Copasul apresenta resultados de 2018 em Assembleia
Untitled Document