Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 15 DE JULHO DE 2019
30 de NOVEMBRO de 2018 | Fonte: Assessoria

Audiência Pública discute Plano de Coleta Seletiva em Naviraí

Plano prevê implantação da coleta seletiva em 2019, pela Prefeitura de Naviraí em parceria com a ONG Recicleiros.
Audiência Pública discutiu a implantação do Plano de Coleta Seletiva de resíduos recicláveis (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

Foi realizada no Centro Estadual de Educação Profissional, Senador Ramez Tebet / IFMS, na Rua Hilda, no conjunto habitacional Boa Vista, na noite de quarta-feira (28/11), a audiência pública de apresentação da coleta seletiva de lixo, a ser implantada em 2019, pela Prefeitura de Naviraí (via Gerência de Meio-Ambiente) em parceria com a Recicleiros (Organização Não Governamental).

 

A audiência pública presidida pelo prefeito de Naviraí – Dr. Izauri Macedo (DEM), tendo na mesa diretora o promotor de Justiça de Defesa do Meio-Ambiente, Paulo Riquelme; o gerente municipal de Meio-Ambiente, Astolfo Carlos Mendes e o diretor da ONG Recicleiros - Eric Burger Neto. 

 

Houve o prestígio da gestora ambiental e secretária do Consórcio Intermunicipal Conisul – Edna Brindarolli (de Eldorado), dos vereadores – Claudio César Paulino (Fi da Paiol – MDB) e Rosangela Farias (PSDB), além de gerentes da Prefeitura, catadores de materiais recicláveis e alunos do Instituto Federal (IFMS).

Prefeito Izauri de Macedo participou da audiência pública (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

O projeto de implantação da coleta seletiva de lixo de Naviraí deve ser implantado em cinco anos de desenvolvimento do programa, com descarte seletivo e coleta seletiva de materiais para o envio a uma central de triagem, a ser implantada em um galpão com cerca de 800 metros quadrados, a ser localizado em local a ser escolhido.

 

Na cidade de 54.041 habitantes, a produção de lixo de todos os tipos supera a marca de 50 toneladas/dia (7,55 toneladas de recicláveis/dia), com a estimativa de geração de 230 toneladas de materiais recicláveis, com a geração diária de cerca de 300 gramas de lixo e reciclável por pessoa.  O custo de implantação do projeto é de R$ 1.017.038, 89 (orçamento feito com valores atuais) a ser aplicado em aquisição de equipamentos, abertura da cooperativa de catadores, regularização, reformas, assessoria técnica, mobilização e treinamentos, comunicação e capital de giro.            

Gerente de Meio Ambiente, Astolfo Carlos Mendes, fala durante a audiência pública do Plano de Coleta Seletiva (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

Segundo o Gerente de Meio Ambiente do município de Naviraí Astolfo Carlos Mendes, o desenvolvimento do Plano de Coleta Seletiva não acarreta qualquer custo para a Prefeitura de Naviraí. Trata-se de um prêmio conquistado pela Prefeitura, via Edital Cidade+Recicleiros e tem como parceiro e viabilizador a SIG, multinacional do ramo de embalagens.

 

A intenção é ampliar o programa de reciclagem, reduzir a pressão sobre o aterro municipal, ampliando sua vida útil, gerar postos de trabalho para população de baixa renda e sensibilizar a população sobre os impactos da geração de lixo.



Untitled Document
Últimas Notícias
Naviraí faz carreata em prol da valorização do comércio local
Atleta de Naviraí se destaca na 3ª Corrida Internacional em Ponta Porã
Contribuinte pode parcelar dívidas do IPVA em até 10 vezes
Untitled Document