Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 13 DE NOVEMBRO DE 2018
18 de OUTUBRO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Jovem é morto com 30 tiros de fuzil em MS

Caso é o quinto com morte na fronteira
Crime chamou a atenção de moradores do bairro - Foto: Foto: Porã News

Danilo Solis Morinigo, de 20 anos, foi executado a tiros de fuzil em frente à família, ontem (18), em Ponta Porã. Os criminosos anunciaram serem da polícia e mandaram todos os familiares deitarem no chão antes da execução.

 

De acordo com o site Porã News, três pistoleiros chegaram em um veículo Fiat Strada vermelho e dois desceram armados com fuzis calibre .5,56, dizendo serem policiais. Após mandaram a vítima e os familiares deitarem no chão, efetuaram os disparos e fugiram em seguida.

 

Moradores da região acionaram a Polícia Militar, que esteve no local com uma equipe do Setor de Investigações Gerais (SIG). A polícia suspeita que o crime seja um acerto de contas do crime organizado.

 

O jovem estava em regime semiaberto, cumprindo pena por roubo de veículos, e seria parceiro das duas mulheres encontradas mortas na manhã de ontem (17), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã.

 

ONDA DE HOMICÍDIOS NA FRONTEIRA

A morte de Danilo é a quinta na fronteira na quarta-feira, mais duas mulheres e dois homens foram executados. Na madrugada, um homem de 26 anos foi baleado; na parte da manhã, os corpos de duas mulheres foram encontrados com marcas de tiros; e por volta de 12h, o piloto brasileiro Mauro Alberto Parra, de 58 anos, foi executado com tiros de fuzil, no centro de Pedro Juan Caballero.

 

Segundo o site ABC Color, em sete dias, mais de dez homicídios foram registrados e, de acordo com o apurado pelo site, haveria mais nomes na lista dos criminosos.



Untitled Document
Últimas Notícias
Conheça os nomes já confirmados para equipe ministerial de Bolsonaro
26ª Exponavi atrai grande público e atinge objetivos
Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa
Untitled Document