Untitled Document
DOMINGO, 21 DE OUTUBRO DE 2018
30 de JULHO de 2018 | Fonte: Assessoria/PMA

PMA apreende 300 metros de espinhéis com 200 anzóis

A operação da PMA foi realizada no entorno do Parque do rio Ivinhema e apreendeu 300 metros de espinhéis com 200 anzóis, cevas, anzóis de galho e outras armadilhas de pesca
Na foto, um covo e outros petrechos proibidos apreendidos pela PMA nessa operação (Foto: PMA)

Durante fiscalização fluvial, desde a foz do rio Ivinhema, com o rio Paraná, passando pelo entorno do Parque das Várzeas do Rio Ivinhema (PEVRI), Policiais Militares Ambientais de Dourados apreenderam diversos petrechos de pesca ilegais. Durante a fiscalização ocorrida sábado (28) e domingo (29), a equipe localizou e retirou do rio, quatro espinhéis, medindo 300 metros, com 200 anzóis, além de 26 anzóis de galho e armadilhas de pesca do tipo “covo”, que estavam armados no curso d’água.

 

Além disso, foram retirados vários galões de plástico, que eram utilizados com alimentos para atrair os peixes, denominados “cevas”. Os proprietários dos materiais ilegais não foram localizados. Durante a retirada dos petrechos foram soltos 5 kg de peixes que estavam vivos presos aos materiais ilegais.

 

Fiscalizações preventivas dessa natureza são fundamentais para a prevenção à pesca predatória, tendo em vista o grande poder de captura e depredação dos cardumes, dos petrechos proibidos de pesca como esses retirados do rio pelos policiais. Além disso, há grande dificuldade de deter os autores, pois tais petrechos são armados em curto espaço de tempo e os pescadores não permanecem no rio durante a pesca, fazendo somente a retirada dos peixes, também em tempo bastante curto. 



Untitled Document
Últimas Notícias
Gasolina sobe pela nona semana seguida e acumula alta de 6,76% em MS
Haddad eleva o tom, critica e desafia Bolsonaro
Furto de cobre motivou tiroteio que terminou com PM morto
Untitled Document