Untitled Document
DOMINGO, 21 DE OUTUBRO DE 2018
25 de JULHO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

MDB recorre ao STJ na tentativa de soltar André Puccinelli

Em nota, partido reforça candidatura ao Governo do Estado
André Puccinelli espera decisão que deverá sair nas próximas horas - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

MDB recorre ao STJ na tentativa O partido do ex-governador André Puccinelli (MDB) recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e habeas corpus foi encaminhado na tentativa de reverter prisão. Os integrantes da sigla aguardam definição sobre o pedido e, em nota, o MDB confirmou a pré-candidatura de André ao Governo do Estado.

 

Diante do apoio assegurado dos partidos aliados, o MDB mantém a convenção marcada para o dia 04 de agosto, em Campo Grande.

 

A ideia da sigla continua sendo realizar a convenção de vários partidos aliados, na Associação Nipo Brasileira, facilitando assim o lançamento das candidaturas e o registro das chapas e coligações. Os dirigentes, reunidos ainda na noite da última terça-feira (24), reafirmaram a manutenção da candidatura de André Puccinelli ao Governo.

 

“Continua existindo ainda o Plano A. “A” de André”, afirmou o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa Junior Mochi, na reunião com os partidos aliados, depois de transmitir a eles mensagem do próprio André reafirmando a disposição de se manter candidato.

 

Segundo os advogados, os recursos que estão sendo encaminhados podem produzir resultados positivos já nas próximas horas, fazendo com que tudo volte ao normal. “As manifestações de solidariedade que temos recebido deixam claro que o eleitor não quer ser manipulado e não aceita interferências no processo eleitoral. A prevalecer esse sentimento, vamos sair fortalecidos desse processo”, afirmou o presidente municipal do partido, Ulisses Rocha.de soltar André Puccinelli.



Untitled Document
Últimas Notícias
Gasolina sobe pela nona semana seguida e acumula alta de 6,76% em MS
Haddad eleva o tom, critica e desafia Bolsonaro
Furto de cobre motivou tiroteio que terminou com PM morto
Untitled Document