Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 22 DE JUNHO DE 2018
12 de JUNHO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Esposa de líder do PCC fazia contabilidade da facção na Capital

Além de Tânia, traficante e agente penitenciário foram presos em ação

A esposa do “Tio Arantes”, Tânia Cristina Lima de Moura, 46 anos, fazia a contabilidade do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Campo Grande. Polícia Militar apreendeu comprovantes de movimentação bancária em sua casa durante o cumprimento do mandado de prisão pela Operação Paiol, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), na manhã de hoje (12).

Comandante da PM deu entrevista coletiva sobre a operação desta manhã (Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado)

Na Capital, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar cumpriram sete mandados, sendo três de prisão e quatro de busca e apreensão. Além de Tânia, o agente penitenciário Adilson Brum Weis também foi preso sob suspeita de repassar informações e dar privilégios à integrantes da organização criminosa dentro dos presídios. Com ele, a polícia encontrou também munições de calibre restrito, acarretando na prisão em flagrante.

 

O terceiro preso foi Elvis Alves Ferreira, de 25 anos. Ele era operador do tráfico de drogas da facção. Em sua casa, os policiais encontraram droga e além do mandado de prisão da operação, também foi preso em flagrante por tráfico.

 

No fim da manhã, o comandante da PM, coronel Waldir Acosta, concedeu entrevista coletiva à imprensa sobre a operação. Segundo ele, a PM agiu em Campo Grande enquanto o Gaeco atuou no interior do Estado. Mandados foram cumpridos também em Corumbá, Nova Andradina e Águas Lindas de Goiás.

 

Foram apreendidos documentos, munições, armas de fogo, celulares e droga com os três presos da Capital. Todo material será repassado ao Ministério Público Estadual (MPE) que fará perícia para novos desdobramentos da operação.



Untitled Document
Últimas Notícias
Homem é assassinado ao tentar defender filho
PRF testa novo bafômetro em MS
Mais de 25 mil trabalhadores podem sacar o PIS
Untitled Document