Untitled Document
DOMINGO, 20 DE JANEIRO DE 2019
30 de MAIO de 2018 | Fonte: Gazeta Esportiva

Santos entra com ação por torcida na Arena da Baixada

Santos entra com ação para ter torcida na Arena da Baixada (Foto: Atlético-PR/Site Oficial)

O Santos entrou com uma ação na justiça para tentar levar seu torcedor ao jogo contra o Atlético-PR nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), na Arena da Baixada, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Um projeto do Ministério Público do Paraná em conjunto com as polícias Militar e Civil implementou neste mês a torcida única no estádio.

 

A embaixada do Peixe em Curitiba solicitou ao presidente José Carlos Peres o pedido por santistas na arena há alguns dias. Os torcedores foram à Justiça na segunda e o alvinegro na terça, com duas ações complementares. Diversas assinaturas de torcedores foram colhidas para dar força ao documento. A embaixada do Santos em Curitiba tem 500 associados e é coordenada por Márcio Santos.

 

O Cruzeiro também tentou levar seu torcedor à arena neste mês, mas o pedido foi negado pelo juiz Jailton Juan Carlos Tontini, da Vara da Fazenda Pública do Paraná. O Peixe percebeu erros na ação da Raposa e espera por uma resposta rápida positiva nesta quarta-feira.

 

“O Cruzeiro entrou com a medida errada. Entrou com um mandado de segurança, que só cabe em caso de autoridade coatora, contra Ministério Público e Atlético-PR. Não há coator de autoridade aqui, pois não foi o MP quem determinou a torcida única. Há, na verdade, uma adesão do Atlético ao projeto piloto do MP propondo torcida única. Ou seja, a parte legítima para uma ação é o Atlético-PR. É ele quem impede o acesso dos torcedores adversários”, explicou o embaixador.

 

Veja abaixo, na íntegra, os pedidos do Santos na ação: 

 

“a) A concessão liminar da tutela de urgência para obrigar o Clube Réu, durante a partida que ocorrerá entre Clube Atlético Paranaense e Santos Futebol Clube, no próximo dia 31/05/2018, às 21:00 horas, no estádio Joaquim Américo Guimarães (Arena da Baixada), a:

– permitir aos torcedores visitantes a aquisição dos ingressos em bilheteria separada;

– disponibilizar espaço reservado à torcida visitante para assistirem a partida, segregados da torcida do time da casa;

– garantir a segurança dos torcedores, tanto os da casa como os visitantes, antes, durante e após a realização da partida, nos exatos termos das legislações aplicáveis; e

– arcar com a multa pelo descumprimento da tutela concedida, em valor não inferior a R$ 280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais), a favor do autor;


b) citação do réu, com urgência, no endereço acima informado, para o cumprimento da tutela de urgência requerida e, posteriormente, para contestar a presente ação, sob pena de revelia;


c) a condenação do réu no pagamento das custas processuais e honorários advocatícios; e


d) seja julgada totalmente procedente a presente Ação de Obrigação de Fazer, com a confirmação da tutela de urgência requerida”.



Untitled Document
Últimas Notícias
Promoção 28 Anos dos Supermercados Chama distribuiu 130 mil cupons
Sob efeito do álcool, afogamentos são comuns até para quem sabe nadar
Inscrições para professor temporário do Estado encerram neste domingo
Untitled Document