Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 22 DE MAIO DE 2018
27 de ABRIL de 2018 | Fonte: G1

Site consulta INSS de graça e diz quando você vai se aposentar

INSS Digital começa a operar no Rio e complementa serviços disponibilizados online.
Portal Meu INSS disponibiliza requerimentos na Internet (Foto: Divulgação)

O INSS implementou nesta quinta-feira (26/04) o sistema de INSS Digital no Rio de Janeiro, em todas as agências do estado, para agilizar a concessão de aposentadorias. Os postos de atendimento passam a emitir apenas os documentos e protocolos, para acompanhar o processo na web. A medida complementa o sistema de digitalização do órgão, que oferece uma série de serviços automatizados no portal Meu INSS.

 

A expectativa é que todos os benefícios do sistema de seguridade social sejam disponibilizados online em breve. Veja como funciona a plataforma Meu INSS e entenda quais informações podem ser obtidas na web.

 

Meu INSS: calculadora mostra quanto tempo falta para aposentadoria

 

1. Agendamentos e requerimentos

Vários serviços do INSS podem ser agendados online, mesmo sem ter a senha de acesso. Com CPF, nome e data de nascimento já é possível fazer a solicitação do seguro-desemprego, agendamento de auxílio-reclusão e outros benefícios da Previdência. O site também permite atualizar informações previdenciárias e consultar os requerimentos pedidos.

 

2. Aposentadoria por idade

A função de aposentadoria por idade já está permitida no serviço automatizado do Meu INSS. Após um breve cadastro, com CPF e dados da previdência, o cidadão pode saber com um clique a idade elegível para se aposentar. Caso o portal avise sobre a disponibilidade da aposentadoria, basta ir a um posto de atendimento do INSS para solicitar o benefício.

 

3. Salário-maternidade

Contribuintes do INSS podem pedir o salário-maternidade diretamente pelo Meu INSS. Ao informar a data de nascimentos e as informações do registro da criança, o portal acelera a obtenção dos dados e alerta se o benefício está disponível para a utilização. Em seguida, é necessário ir a um posto de atendimento com a documentação original. Vale lembrar que o salário-maternidade também é concedido para empregadas domésticas.

 

4. Extrato previdenciário (CNIS)

O extrato previdenciário pode ser consultado por meio da plataforma do INSS. Assim, os contribuintes podem obter um relatório mensal de depósitos por parte do empregador ou originados de contribuição individual. O documento permite saber se a empresa faz os recolhimentos corretamente e quais períodos faltam até a aposentadoria.

 

5. Extratos de consignado, benefício e imposto de renda

O Meu INSS permite acessar os extratos dos descontos mensais de empréstimos consignados, do histórico do recebimento de benefícios (aposentadoria, invalidez e outros) e relatório de imposto de renda. No caso de empréstimos, é possível saber a margem atual de consignação, os valores das parcelas e o prazo restante de pagamento. Já o registro para o IR detalha o recebimento anual para facilitar a declaração.

 

6. Resultado de perícia médica

Depois de passar por exame de perícia em um posto de atendimento, os requerentes de benefício por invalidez podem obter o resultado diretamente no Meu INSS. A consulta deve ser feita com CPF e senha registrada junto ao Dataprev. O cadastro pode ser feito no próprio site do INSS.

 

7. Carta de concessão e declaração

A carta de concessão é um documento que especifica a forma de cálculo do valor de benefícios já concedidos e fornece informações sobre o banco responsável pelo pagamento. Para obter a carta é preciso se cadastrar no Meu INSS com o CPF. Também é possível obter uma declaração que conste um benefício registrado, ou não, em seu nome.



Untitled Document
Últimas Notícias
Deputados aprovam uso de nomes de futuros pais adotivos nas escolas
Protesto no DF deixa aeroporto sem combustível
Acidente na BR-262 matou homem de 39 anos
Untitled Document