Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 24 DE ABRIL DE 2018
04 de ABRIL de 2018 | Fonte: Lance Net!

Nenê diz gostar de jogos grandes e vê Copa do Brasil como chance de entrar para a história do São Paulo

"A hora da pressão é uma coisa que me motiva bastante", diz meia sobre jogo contra o Atlético-PR
Nenê, do São Paulo, diz gostar de jogos grandes (Foto: Marcelo Hazan)
Nenê, do São Paulo, diz gostar de jogos grandes (Foto: Marcelo Hazan)

Nenê cresceu de produção no São Paulo justamente nos jogos de mata-mata do Campeonato Paulista. O meia teve participações importantes nas vitórias sobre São Caetano (2 a 0, na volta das quartas de final) e Corinthians (1 a 0, na ida da semifinal).

 

Além disso, ele se destacou na derrota por 1 a 0 para o rival no jogo de volta, que provocou a a saída do torneio estadual nos pênaltis.

 

Prestes a disputar mais um duelo de mata-mata, contra o Atlético-PR, pela quarta fase da Copa do Brasil, Nenê reconheceu gostar das partidas grandes:

 

– Eu gosto de jogos importantes. Realmente, a hora da pressão é uma coisa que me motiva bastante. Tento ajudar com a minha experiência, às vezes em momentos difíceis, principalmente em mata-mata. Gosto bastante e tento ajudar o máximo possível. Pego esse lado positivo da pressão para me motivar mais e ajudar os companheiros – afirmou, na concentração do São Paulo em Curitiba.

 

Nenê deve ser titular da equipe de Diego Aguirre nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada, onde o Tricolor nunca venceu o Furacão.

 

No total, o meia atuou em 14 dos 15 jogos do time desde que estreou, nos quais fez três gols e deu uma assistência. Ele é um dos artilheiros do elenco na temporada, ao lado de Cueva, Diego Souza e Marcos Guilherme.

 

A chance de manter vivo o sonho de conquistar o inédito título da Copa do Brasil para o São Paulo é a maior motivação da temporada para o meia.

 

– A premiação não (será de R$ 50 milhões para o campeão de 2018)... A motivação é realmente entrar para a história de um clube tão grande como o São Paulo. É o título que nunca conquistou. É o grande objetivo do nosso time nesse ano.

 

Questionado sobre como seria seu posicionamento no ataque na possível formação do São Paulo no 3-4-3, sinalizada por Aguirre no treino de segunda-feira, Nenê disse que não haverá grandes mudanças.

 

Contra o Corinthians, Nenê atuou como um falso 9 centralizado, acompanhado por Marcos Guilherme e Tréllez. Agora, o Tricolor tem Cueva à disposição. O peruano poderá formar o trio de frente com Nenê e Tréllez, mas Marcos Guilherme também briga por uma vaga.

 

– Não difere muito. Ali na frente fica mais ou menos a mesma coisa, os três atacantes, e a gente sempre se movimenta. Não tem posição fixa. Acredito que não vai ter muita diferença.

 

O time sinalizado por Aguirre na segunda foi: Sidão, Rodrigo Caio, Bruno Alves e Arboleda; Éder Militão, Jucilei, Liziero e Reinaldo; Cueva, Nenê e Tréllez. No entanto, a atividade desta terça-feira foi completamente fechada e outras opções podem ter sido testadas.



Untitled Document
Últimas Notícias
Advogados de Gustavo Scarpa criticam o Fluminense: 'Intransigente'
PRF apreende anabolizantes e suplementos; dois homens acabam presos
TV Colombiana realiza série de reportagens no Pantanal sul-mato-grossense
Untitled Document