Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2018
04 de ABRIL de 2018 | Fonte: Lance Net!

Nenê diz gostar de jogos grandes e vê Copa do Brasil como chance de entrar para a história do São Paulo

"A hora da pressão é uma coisa que me motiva bastante", diz meia sobre jogo contra o Atlético-PR
Nenê, do São Paulo, diz gostar de jogos grandes (Foto: Marcelo Hazan)
Nenê, do São Paulo, diz gostar de jogos grandes (Foto: Marcelo Hazan)

Nenê cresceu de produção no São Paulo justamente nos jogos de mata-mata do Campeonato Paulista. O meia teve participações importantes nas vitórias sobre São Caetano (2 a 0, na volta das quartas de final) e Corinthians (1 a 0, na ida da semifinal).

 

Além disso, ele se destacou na derrota por 1 a 0 para o rival no jogo de volta, que provocou a a saída do torneio estadual nos pênaltis.

 

Prestes a disputar mais um duelo de mata-mata, contra o Atlético-PR, pela quarta fase da Copa do Brasil, Nenê reconheceu gostar das partidas grandes:

 

– Eu gosto de jogos importantes. Realmente, a hora da pressão é uma coisa que me motiva bastante. Tento ajudar com a minha experiência, às vezes em momentos difíceis, principalmente em mata-mata. Gosto bastante e tento ajudar o máximo possível. Pego esse lado positivo da pressão para me motivar mais e ajudar os companheiros – afirmou, na concentração do São Paulo em Curitiba.

 

Nenê deve ser titular da equipe de Diego Aguirre nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada, onde o Tricolor nunca venceu o Furacão.

 

No total, o meia atuou em 14 dos 15 jogos do time desde que estreou, nos quais fez três gols e deu uma assistência. Ele é um dos artilheiros do elenco na temporada, ao lado de Cueva, Diego Souza e Marcos Guilherme.

 

A chance de manter vivo o sonho de conquistar o inédito título da Copa do Brasil para o São Paulo é a maior motivação da temporada para o meia.

 

– A premiação não (será de R$ 50 milhões para o campeão de 2018)... A motivação é realmente entrar para a história de um clube tão grande como o São Paulo. É o título que nunca conquistou. É o grande objetivo do nosso time nesse ano.

 

Questionado sobre como seria seu posicionamento no ataque na possível formação do São Paulo no 3-4-3, sinalizada por Aguirre no treino de segunda-feira, Nenê disse que não haverá grandes mudanças.

 

Contra o Corinthians, Nenê atuou como um falso 9 centralizado, acompanhado por Marcos Guilherme e Tréllez. Agora, o Tricolor tem Cueva à disposição. O peruano poderá formar o trio de frente com Nenê e Tréllez, mas Marcos Guilherme também briga por uma vaga.

 

– Não difere muito. Ali na frente fica mais ou menos a mesma coisa, os três atacantes, e a gente sempre se movimenta. Não tem posição fixa. Acredito que não vai ter muita diferença.

 

O time sinalizado por Aguirre na segunda foi: Sidão, Rodrigo Caio, Bruno Alves e Arboleda; Éder Militão, Jucilei, Liziero e Reinaldo; Cueva, Nenê e Tréllez. No entanto, a atividade desta terça-feira foi completamente fechada e outras opções podem ter sido testadas.



Untitled Document
Últimas Notícias
Brasileiro chefe do PCC preso em Assunção tinha ajuda de policial paraguaio
São Paulo vende 47 mil ingressos para Majestoso no Morumbi
Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre
Untitled Document