Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018
20 de MARÇO de 2018 | Fonte: Assessoria

Saúde de Naviraí faz alerta para surto de conjuntivite

Dados da Gerência de Saúde apontam que em menos de uma semana mais de 27 casos da doença foram notificados somente no Hospital Municipal de Naviraí.
Ao usar colírio não encoste o frasco do colírio ou da pomada no olho para evitar a contaminação (Foto: Divulgação)

O alto número de casos de conjuntivite registrados no município tem preocupado a Gerência de Saúde, que emitiu Nota de Alerta a população para que tenha maiores precauções em hábitos diários para evitar a infecção pela doença.

 

A Vigilância Epidemiológica do município, através da Enfermeira Danila Queiroz Marques, tem orientado a população sobre o Surto de Conjuntivite que vem sendo registrado em muitas cidades da região Conesul do Estado, de acordo com relatórios da Gerência de Saúde, em Naviraí em menos de uma semana foram notificados somente no Hospital Municipal, mais de 27 casos da doença, número bastante preocupante, afirma a Enfermeira Danila.

 

A Gerência de Saúde está usando os meios de comunicação e as redes sociais oficiais, para alertar a população sobre o alto índice de infecção e tem apresentado as principais maneiras de como evitar a contaminação.

 

A Conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva (membrana transparente que recobre o globo ocular e a parte interna da pálpebra), causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus. 

 

A conjuntivite viral é altamente contagiosa, sendo mais frequente no verão, e apesar de não ser grave provoca muito incômodo, e alguns cuidados devem ser tomados para que não se transforme em epidemia, causando grandes transtornos a população em geral.

A contaminação é feita pelo contato direto com a pessoa infectada ou objetos contaminados, aumentando o risco de contágio em ambientes fechados como escolas, creches e ônibus.

 

Os principais sintomas da conjuntivite são olhos vermelhos e lacrimejante, sensação de areia nos olhos, inchaço nas pálpebras, intolerância à luz, visão embaçada, visão borrada e irritação/coceira nos olhos.

 

A Conjuntivite Viral leva aproximadamente de 15 a 20 dias para desaparecer com tratamento adequado, já a Conjuntivite Bacteriana demora de 05 a 07 dias para desaparecer com tratamento específico.

 

A Vigilância de Epidemiologia orienta a população a reforçar os cuidados de higiene, principalmente das mãos e ao sentir os sintomas ir imediatamente até a unidade básica de saúde mais próxima, pois o contágio é muito rápido colocando em risco outras pessoas do convívio da pessoa doente.

 

Medidas simples podem ser tomadas para evitar a propagação da conjuntivite, lavar as mãos com frequência, não colocar as mãos nos olhos para evitar a recontaminação, evitar coçar os olhos para diminuir a irritação da área, ao usar colírio não encoste o frasco do colírio ou da pomada no olho, evitar a exposição à agentes irritantes (fumaça) e/ou alégenos (pólen) que podem causar a conjuntivite, não usar lentes de contato enquanto estiver contaminado, não compartilhar lençóis, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal de quem está infectado e evitar piscinas.



Untitled Document
Últimas Notícias
Lateral recusa convocação da Argentina para defender o Paraguai
Reinaldo assina carta compromisso para continuar investindo no turismo
Torneio de Pesca do Rio Amambai supera expectativas
Untitled Document