Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 21 DE MAIO DE 2018
30 de JANEIRO de 2018 | Fonte: Globo Esporte

Flu cobra R$ 5 milhões ao Sport por 50% da venda de Diego Souza ao São Paulo

Jogador foi vendido ao time paulista por R$ 10 milhões no começo deste ano. Clube pernambucano pretende repassar apenas R$ 1 milhão baseado em suposto acordo. Flu emitiu nota esclarecendo
Diego Souza foi vendido por R$ 10 milhões ao São Paulo (Foto: MARCELLO FIM/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Fluminense notificou o Sport cobrando R$ 5 milhões referentes a metade do valor da venda de Diego Souza para o São Paulo, por R$ 10 milhões, no começo deste ano. Ao negociar o jogador com o Sport, em 2016, ficou acordado que o Tricolor ficaria com a 50% dos direitos econômicos em uma futura venda.

 

Nesta terça-feira, o jornal "O Dia" publicou uma matéria afirmando que o Flu corre risco de ficar com apenas R$ 1 milhão pela negociação, em razão de um suposto acordo anterior. O clube carioca emitiu uma nota esclarecendo a situação.

 

- O Fluminense é detentor dos 50% dos direitos econômicos do meia Diego Souza e já notificou o Sport de que só aceita receber o valor que lhe é de direito da negociação do jogador com o São Paulo. O Tricolor nunca abriu mão de percentual algum do atleta e fará valer o que está no contrato firmado em março de 2016, quando Diego Souza acertou a volta a Recife. Sobre o que foi veiculado na manhã desta terça-feira, o pagamento de R$ 1 milhão foi sugerido antes do início desta negociação. O contrato é claro e estabelece formalidades que foram ignoradas pelo clube pernambucano - divulgou o Flu.

 

O caso é complexo. Ao ceder o jogador ao Sport em 2016, além dos 50% de direito em uma futura venda, o Flu acertou uma multa rescisória de R$ 3,2 milhões.

 

No começo deste ano, antes da abertura das negociações com o São Paulo, o estafe do próprio Diego Souza procurou o Fluminense perguntando qual o mínimo que o clube carioca aceitaria ser compensado caso não conseguisse negociar o jogador por um valor suficiente para cobrir a multa rescisória. Em resposta, o Tricolor definiu tal valor em R$ 1 milhão.

 

A preocupação era que o contrato de Diego com o Sport terminaria no fim de 2018 e, no meio do ano, ele poderia assinar um pré-contrato com qualquer clube, saindo sem custos. O entendimento do Fluminense é que, mesmo com tal acordo, seguiria tendo direito a metade do valor de qualquer venda em que 50% correspondesse a mais de R$ 1 milhão. 

 

Procurada pela reportagem do GloboEsporte.com, a diretoria do Sport ainda não se pronunciou sobre a negociação envolvendo o atleta.



Untitled Document
Últimas Notícias
Maior derrotado da Série A, Santos não perdia tanto desde ano da estreia de Pepe
Bellucci dá 1ª vitória brasileira no quali de Roland Garros
MS tem a melhor geração de emprego dos últimos quatro anos
Untitled Document