Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
03 de JANEIRO de 2018 | Fonte: Correio do Estado

Criminoso da fronteira é encontrado morto em cela de penitenciária do MS

Suspeita é de suicídio, mas não é descartada outra possibilidade.
Jesiel Penha foi morto na Máxima em Campo Grande (Foto: Capitan Bado)

A Polícia Civil investiga a morte do interno Jesiel Penha, 37 anos, o "Chupa Cabras", encontrado por agentes penitenciários enforcado na manhã desta quarta-feira (03/01), no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, em Campo Grande-MS.

 

Envolvido com o tráfico de drogas na fronteira com o Paraguai, ele foi preso no dia 12 de dezembro, entre Coronel Sapucaia e Capitan Bado. Além disso, havia sido preso também em 2009 pelo Grupo de Atuação Especial Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual.

 

De acordo com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Jesiel estava em uma cela correcional, destinada a presos ameaçados pelos demais ou envolvidos em infrações dentro da unidade.

 

A suspeita é de suicídio, mas não é descartada hipótese de homicídio, já que nas redes sociais circula uma foto em que ele aparece morto e uma pessoa não identificada fazendo sinal com três dedos. O caso foi registrado como morte a esclarecer.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sesi destaca melhoria na gestão de SST com eSocial
Chuva desacelera ritmo da moagem de cana na segunda quinzena de setembro
Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia, diz presidente do STF
Untitled Document